Solum é o novo urbano da AMD

Ônibus Solum da AMD

A AMD Encarroçadora e Implementadora do Brasil é a mais nova fabricante a disputar uma fatia do mercado de carrocerias de ônibus. Em sua fábrica inaugurada em novembro de 2013, em Caxias do Sul (RS), a empresa já produziu cerca de 115 unidades do primeiro miniônibus urbano, o Solum, encarroçado sobre o chassi Volksbus 9.160 OD Plus e lançado no mercado brasileiro no final de 2014. “Já vendemos grande parte do volume fabricado para clientes de São Paulo, Grande São Paulo e litoral paulista”, afirma João Alves Neto, diretor da AMD Encarroçadora e da Apta Caminhões e Ônibus, revenda autorizada da MAN Latin America.

No primeiro momento o foco da empresa se concentrará no ônibus urbano, mas já estão em desenvolvimento outros modelos. “Vamos nos preparar para competir em todas as categorias de ônibus”, destaca Alves.

A fábrica de Caxias do Sul foi construída pelo Grupo Diniz, proprietário da Apta Caminhões e Ônibus e de outras empresas que atuam em diferentes setores como limpeza urbana, coleta e destinação de resíduos, construção pesada, locação de equipamentos, de imóveis e corretagem de seguros. O investimento totalizou R$ 30 milhões, 15% proveniente da linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante por meio de capital próprio. “Depois de dois anos de pesquisa e de contatos com fornecedores brasileiros decidimos investir neste ramo pelo fato de já termos conhecimento sobre este setor”, diz Alves.

Alves reconhece que o cenário atual do Brasil é muito difícil, mas admite que isso não atrapalhou os planos de investir no país. “Estamos cientes de que este ano será complicado para todos os setores e toda a cadeia de fornecedores, mas não podíamos abandonar os nossos planos, temos que fazer um bom trabalho e respeitar as empresas do setor”, diz o diretor da AMD.

Fábrica

A capacidade da fábrica gaúcha é de cinco unidades por dia, mas os planos são de elevar gradualmente o volume até 100 unidades mensais. “Para compensar os investimentos e conseguir pagar as contas, é preciso abrir o leque de produto e ir além do Estado de São Paulo”, afirma Alves.

A AMD vai aproveitar a estrutura de pós-venda, que inclui assistência técnica e peças de reposição com garantia de fábrica, da concessionária Apta Caminhões e Ônibus. Na opinião de Alves, o mercado brasileiro tem espaço para novos investidores. “Mas temos que fazer as coisas com o pé no chão, acreditar no que fazemos e trabalhar”.

O Solum, veículo escolhido para marcar a estreia da AMD no mercado de ônibus, tem 8,77 metros de comprimento e pode transportar até 30 passageiros sentados. Foi montado sobre o chassi Volksbus 9.160 OD Plus, com peças 100% nacionais, mas pode ser encarroçado também em chassis de outras marcas, para suprir o setor de transporte e do programa Caminho da Escola.

A carroceria possui estrutura em aço galvanizado, é revestida com alumínio e peças em fibra de vidro, sem saliências para destacar a fluidez das linhas e o visual limpo. As janelas são amplas, o que proporciona uma visão panorâmica aos passageiros. Os conjuntos óticos na dianteira e traseira têm iluminação em Led que reforçam a identidade da marca.

Internamente o Solum inova nos conceitos de ocupação de espaço e de ergonomia. A maior largura interna, associada à configuração das poltronas, proporciona maior área livre e facilita a circulação dos passageiros. Está equipado com câmbio manual e sistema de segurança para que o ônibus não se movimente com as portas abertas e tem piso elevado adaptado à acessibilidade.

Veja também

Por