Cresce o roubo de cargas em todo o país

O roubo de cargas no Brasil aumentou 15,13% em 2014, totalizando 17.500 casos na comparação com o ano de 2013, quando foram registradas 15.200 ocorrências, segundo levantamento feito pela Associação Nacional do Transporte de Cargas & Logística (NTC&Logística).

Cerca de 85% de todas as ocorrências foram registrados na região Sudeste, sendo a maioria em áreas urbanas, com 75% dos casos. Os números mais preocupantes são do estado do Rio de Janeiro, que saltou de 3.535 casos em 2013 para 5.889 em 2014, elevando em aproximadamente 67% as ocorrências no período.

Segundo Paulo Roberto de Souza, assessor de segurança da NTC&Logística, os números continuam subindo porque a legislação é branda com os criminosos. “A sensação de impunidade é o que motiva esse tipo de crime. A fragilidade do enquadramento penal só se intensificou com o passar dos anos. Observemos, por exemplo, a Lei 12.403 sancionada pela presidente no ano de 2011, que está em vigor, e ameniza os efeitos do código penal, criando a categoria de crimes de menor potencial ofensivo, aqueles com até quatro anos de pena, ou seja, com intuito de diminuir a quantidade de presos no país, essa lei garante que, no caso de crimes de menor potencial ofensivo, nos quais se incluem os de receptação de cargas, o indivíduo seja levado ao Departamento de Polícia e indiciado, porém será liberado e poderá aguardar o processo em liberdade, após o pagamento da fiança”, afirma.

 

Veja também

Por