Coopercarga volta à compra de caminhões no segundo semestre

Caminhão da Coopercaga

Osni Roman, presidente da Coopercarga Logística, admite que deixou de comprar caminhões neste primeiro semestre do ano em razão da desconfiança e da menor atividade da economia brasileira.

Mas confirmou que a empresa, um dos maiores operadores do transporte e logística da América Latina, vai voltar às compras na segunda metade do ano.

Com uma frota de 1,9 mil veículos, com idade média de três anos e meio, o executivo disse que uma companhia do porte da Coopercarga não pode ficar por muito tempo sem comprar veículos e implementos rodoviários.

“Faz parte da dinâmica do nosso negócio”, disse Roman. “Se eu não renovo, começo a ter problemas com outras despesas, próprias da manutenção. É preciso fazer uma renovação constante.”

Segundo ele, a Coopercarga compra cerca de 300 caminhões por ano de todos os portes. Nos extrapesados, uma das marcas mais utilizadas pela empresa é a Scania.

A Coopercarga atua em diversos segmentos econômicos. Oriunda de uma cooperativa de produtores agrícolas catarinenses, tem forte participação na distribuição de alimentos. Também atua nas atividades florestal e carga geral, entre outros.

“Sentimos mais os efeitos da crise no começo do ano, mas já estamos vendo alguma retomada em alguns setores. O de alimentos é o setor mais linear”, disse.

Para enfrentar internamente a crise, Roman disse que fez adaptações internas. “Como temos serviços diversificados, fizemos reestruturações para compensar as dificuldades; os setores mais fortes compensam os mais fracos.”

Na frota da Coopercarga, há implementos sider, frigorífico, porta contêiner, graneleiro, tanque silo, bitrem graneleiro e florestal. Também atua com tritem florestal; truck, sider, graneleiro e truck frigoricado, além de baú seco, toco e VUC.

Osni Roman disse acreditar que outras empresas do porte da Coopercarga também voltem às compras a partir do segundo semestre ou início do ano que vem. “Como eu disse, existe uma dinâmica nesse negócio do transporte e da logística. Você consegue adiar por alguns meses a compra, mas não por muito tempo”, reforçou.

Com base em Concordia (meio-oeste catarinense), a Coopercaga atua em todo o território nacional. Também realiza transporte e logística em países do Mercosul.

 

Veja também

Por