Vendas de caminhões caem 31,4%

Imagem de gráfico em queda

As vendas de caminhões no primeiro semestre de 2016 somaram 25.589 unidades, uma retração de 31,4% frente às 37.292 unidades do mesmo período de 2015. Considerando-se apenas o mês de junho, quando foram vendidos 4,2 mil caminhões, houve uma pequena alta de 3% sobre maio (4,1 mil unidades), mas o volume é 32% menor que o registrado em junho do ano passado (6,2 mil unidades).

Já a produção no sexto mês apresentou alta de 4,5% com relação a maio – 5,6 mil unidades contra 5,3 mil – e de 5,4% ante junho do ano passado, quando saíram das linhas de montagem 5,3 mil caminhões. O total de unidades produzidas no semestre, de 31,3 mil unidades, ficou 24,8% abaixo das 41,6 mil do ano passado.

As exportações registraram baixa de 7,5% no resultado mensal, com 1,7 mil unidades em junho e 1,9 mil em maio, e de 13,2% na comparação com junho do ano passado, que registrou perto de 2 mil unidades. O resultado no acumulado é de 9.376 veículos, 8% inferior aos 10.192 registrados em igual período de 2015.

ÔNIBUS

No segmento de ônibus, o licenciamento ficou 7,8% abaixo na análise mês a mês – foram 982 unidades em junho e 1,1 mil em maio. Ao defrontar o resultado com junho do ano passado, quando foram vendidos 1,4 mil ônibus, a queda é de 32%. No acumulado do primeiro semestre, a retração é de 41,2%, baixando de 9,7 mil emplacados nos primeiro seis meses do ano passado, para 5,7 mil este ano.

Saíram das fábricas 1.824 chassis para ônibus em junho, o que significa uma elevação de 22,3% na produção frente a maio, com 1.491 unidades, e de 1,4% na análise contra junho de 2015, com 1.799 unidades. No semestre, o balanço aponta diminuição de 33,4% – 9.239 chassis fabricados este ano e 13.865 no ano passado.

As exportações de 3,8 mil chassis para ônibus no acumulado de 2016 indicam aumento de 17,7% sobre os 3,3 mil de 2015, conforme dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

 

 

Veja também

Por