Menos combustível, menos poluição

Menos poluentes, silenciosos e movidos a energia renovável: os ônibus híbridos e elétricos são considerados uma alternativa ambientalmente sustentável para diversas cidades em todo o mundo. Para comprovar a eficiência e a viabilidade, inclusive econômica, desse tipo de veículo, a Volvo colocou em operação, desde agosto, um ônibus elétrico híbrido, em Curitiba. O modelo é a segunda geração da tecnologia e pode fazer recarga da bateria do motor elétrico nos pontos finais de embarque e desembarque de passageiros. O tempo de recarga total é de, no máximo, seis minutos. O projeto é resultado de uma parceria global da Volvo com a Siemens, que desenvolveu a estação de carregamento rápido da bateria do motor elétrico.

Curitiba já conta com 30 híbridos convencionais, ou de primeira geração, em sua frota desde 2012. A bateria do elétrico híbrido, assim como a do convencional, é recarregada com a energia gerada pelas frenagens. A vantagem do  elétrico  híbrido é sua maior autonomia no modo totalmente elétrico, o que permite a redução de consumo de combustível e de emissão de poluentes. Sua tecnologia permite uma autonomia de até 70% do tempo de operação no modo elétrico, o que permite reduzir em até 75% o consumo de diesel e a emissão de poluentes. Além disso, o consumo total de energia do modelo é 60% menor que dos ônibus movidos a diesel, o que representa um enorme ganho ambiental para a cidade.

Leia  a matéria  completa  na revista Technibus nº127 no  Acervo Digital OTM

Veja também

Por