Conheça a luxuosa e versátil picape Classe X da Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz fez a estreia mundial de sua muito esperada picape premium Classe X na Cidade do Cabo, África do Sul, diante de um público composto por dezenas de jornalistas de vários continentes. O evento aconteceu no dia 19 de julho passado, com a sequência de test drives no dia seguinte no circuito particular da vinícola Anthonij Rupert Wine Estate, localizada na famosa região de viticultura Franschhoek Wine Valley.

A jogada da montadora alemã é oferecer uma alternativa mais luxuosa a modelos prediletos de uma tonelada de capacidade de carga como . Com o Classe X, a Mercedes-Benz Vans completa o seu portfólio com uma quarta família, completando assim a lacuna que existia entre os veículos comerciais e os automóveis. Deste modo, a picape constitui um novo marco na sua estratégia de crescimento para comerciais leves.

A picape Classe X chega com dois motores eficientes com 163 cv e 190 cv de potência

A picape da marca, disponível apenas com cabine dupla, será fabricada por meio de uma parceria de produção com a Aliança Renault-Nissan. A produção para o mercado europeu, australiano e sul-africano começa em 2017 na fábrica da Nissan em Barcelona, Espanha. A Classe X para o mercado latino-americano sairá da linha de montagem da fábrica da Renault em Córdoba, Argentina, a partir de 2019. Com a picape, a Daimler AG e a Aliança Renault-Nissan estão ampliando a cooperação estratégica existente há sete anos. Isto permite à Mercedes-Benz alcançar uma estreia rápida e com eficiência de custos no segmento das picapes de médio porte, o qual apresenta um forte crescimento. Além disso, ambas as empresas se beneficiam de uma utilização ideal da capacidade de produção. A Nissan é a segunda no mundo entre as fabricantes de picapes médias com capacidade para uma tonelada de carga e tem mais de 80 anos de experiência na produção e venda destes veículos.

A Classe X é baseada na plataforma da Nissan, embora a Mercedes-Benz tenha acrescido em muitos aspectos suas próprias caraterísticas ao veículo, como design exterior muito ousado e uma cabine com acabamentos luxuosos e mais componentes.

Qualificada pela montadora de picape para todos os estilos de vida, a nova Classe X será comercializada em três versões na Europa a partir de novembro. A nova Mercedes-Benz Classe X é a combinação de design progressista com excepcional versatilidade: de picape robusta adequada para o todo tipo de terreno a veículo familiar ideal para o estilo de vida urbano.

De acordo com a Mercedes-Benz, o modelo ultrapassa as fronteiras do universo clássico das picapes e oferece excelente dinâmica de condução, conforto, design ousado, segurança e conectividade. Serão oferecidas ao todo três versões, sendo elas equipadas com motores de quatro e seis cilindros, tração traseira e tração integral adaptável ou permanente, câmbio manual de 6 marchas e câmbio automático de 7 marchas.

A Classe X tem uma carroceria alongada que oferece mais dinamismo: no interior o sistema multimídia Comand Online possui a maior tela do segmento

A Mercedes-Benz Classe X foi desenvolvida especificamente para satisfazer as novas exigências dos mercados internacionais de picapes. Esses veículos já não são mais utilizados simplesmente para trabalhos pesados. A demanda por picapes médias que combinam conforto e robustez às características típicas dos automóveis de passeio tem aumentado continuamente nos últimos anos. Com base nessas transformações, a Mercedes-Benz é a primeira fabricante premium a desenvolver um produto que engloba características oriundas de sua ampla experiência no desenvolvimento de veículos comerciais adequados para o trabalho, aliadas às dos automóveis que em todo o mundo são símbolo de conforto, segurança, sofisticação e prazer ao dirigir. É “uma picape Mercedes de verdade”, na definição da fabricante.

Dessa forma, a Classe X foi concebida para atender grupos de clientes muito diferentes: fazendeiros, por exemplo, na Argentina; empresários como os construtores civis da Austrália; famílias que se identificam com o segmento premium, por exemplo, no Brasil; pessoas ligadas a tendências na África do Sul ou no Reino Unido; assim como aventureiros e esportistas na Nova Zelândia ou na Alemanha.

Leia  mais  na revista na revista Transporte Moderno nº483  no Acervo Digital OTM

You may also like

By