Ampliação do metrô na cidade de São Paulo terá privatização de duas linhas

O governo paulista espera concluir ainda neste ano a conexão entre as estações Adolfo Pinheiro e Chácara Klabin, completando dessa maneira a Linha 5 – Lilás do Metrô de São Paulo, com extensão total de 20 km, com 17 estações (em agosto de 2017, estavam em operação 9,5 km e sete estações). E prevê para o dia 28 de setembro de 2017 a realização do leilão visando conceder à iniciativa privada, por 20 anos, a operação tanto da Linha 5 – Lilás como também da Linha 17 – Ouro, em monotrilho, ainda em construção, que possibilitará a interligação do sistema metroferroviário com o movimentado aeroporto de Congonhas. Os dois empreendimentos estão situados na zona sul da capital paulista.

PROLONGAMENTO DA LINHA 5

As obras do prolongamento da Linha 5 – Lilás foram iniciadas em 2011 com o objetivo de conectar a estação Largo Treze, no bairro de Santo Amaro, no extremo sul da cidade de São Paulo, com a Chácara Klabin, um bairro residencial localizado entre a Vila Mariana e o Ipiranga, mais próximo do centro da cidade.

Estão sendo investidos na Linha 5 – Lilás aproximadamente R$ 10,5 bilhões, aplicados em diferentes etapas do empreendimento, como projetos, desapropriações, obras de engenharia civil, aquisição de trens e sistemas. Os recursos são provenientes do Tesouro do Estado e de financiamentos de instituições de fomento: o nacional BNDES e os internacionais Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

O trecho mais antigo da Linha 5 – Lilás, com 8,5 km de extensão, começou a ser construído em 1998 pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e foi entregue para operação do Metrô-SP em 2002, contando, naquele momento, com seis estações, todas no extremo sul paulistano: Capão Redondo, Campo Limpo, Vila das Belezas, Giovanni Gronchi, Santo Amaro e Largo Treze.

O novo trecho, que completará a linha, tem 11,5 km e conta com 11 estações. Uma dessas novas estações, denominada Adolfo Pinheiro, foi colocada em operação em 2014. Outras três – Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin – serão entregues no mês de setembro. Com exceção da estação Campo Belo, por meio da qual será feita a conexão com a Linha 17 – Ouro a partir de 2018 – as demais deverão ser entregues até o final de 2017; são elas: Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin. Também fazem parte da Linha 5 – Lilás dois pátios de estacionamento e manutenção de trens. A operação da Linha 5 – Lilás deverá contar com 34 trens, dos quais 26 novos.

Leia  mais  na revista na revista Transporte Moderno nº483  no Acervo Digital OTM

You may also like

By