DAF amplia rede de concessionárias no país

A DAF, fabricante holandesa de caminhões, apresentou na Fenatran o seu novo modelo de caminhão off-road. Neste momento em que as perspectivas acenam para um cenário positivo do mercado brasileiro a DAF Caminhões segue investindo no serviço de atendimento e amplia de 28 para 32 os pontos de atendimento neste ano, entre lojas e postos de serviço autorizado. Os planos da empresa é aumentar para 45 o número de concessionárias em cinco anos. A montadora holandesa conta atualmente com 21 concessionárias, de 13 grupos de investidores e sete postos de serviço autorizado. A unidade de Uberlândia, do grupo Somafértil, que está recebendo investimento de R$ 2 milhões, será a 22ª concessionária, responsável por atender toda a região do Triângulo Mineiro.

Até o final do ano a empresa concluirá a parceria com mais três postos de serviço autorizado, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, em Recife, Pernambuco e em Ji-Paraná, em Rondônia.

Os postos de serviço autorizados são uma ampliação do pós-venda da marca para oferecer ainda mais facilidade aos clientes. Os postos são oficinas já reconhecidas no mercado pela qualidade de serviços prestados e conhecimento na área mecânica. Todos contam com equipe qualificada pela DAF Academy e são equipados com ferramentais e estoque de peças para atender aos clientes DAF.

“Esta expansão faz parte do nosso plano de negócios, em que atualmente temos uma rede de concessionárias que cobre 85% do território nacional, e que junto com os postos de serviço autorizado, complementam o pós-venda da marca no Brasil. Desta maneira, conseguimos atender às principais rotas dos nossos clientes com qualidade e dentro dos padrões mundiais de atendimento DAF”, afirma Adcley Souza, diretor de desenvolvimento de concessionárias da DAF Caminhões Brasil.

 

AMPLIAÇÃO

Além dos R$ 200 milhões já investidos na rede de concessionária DAF, mais recursos estão sendo aplicados pelos seus grupos de investidores na construção de novas e maiores concessionárias. São R$ 4 milhões da Via Trucks e R$ 8 milhões da Caiobá Trucks. A Via Trucks passará a atuar em novas instalações na cidade de Contagem, na Grande Belo Horizonte, em Minas Gerais, enquanto a Caiobá Trucks migra para um novo prédio em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. “Estas mudanças para maiores instalações indicam a maturidade da nossa rede, com a necessidade de estruturas mais robustas e que atendam melhor aos atuais e futuros clientes”, destaca o diretor.

Em quatro anos de atividades no país, a DAF já produziu mais de 2.000 caminhões

PRODUÇÃO

Em quatro anos de atividades no país, a montadora já produziu mais de 2.000 caminhões e, com um portfólio maior de produtos, a montadora pretende atingir um volume de 20 mil veículos vendidos no país até 2022, segundo Luis Gambini, diretor comercial da DAF Caminhões.

Em agosto a empresa produziu na sua fábrica de Ponta Grossa, no Paraná, 115 caminhões e obteve 7% de marketing share no mercado brasileiro. Em setembro suas vendas foram 7% menores, totalizando 107 unidades, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

No acumulado de janeiro a setembro a empresa registrou um aumento de 37,2% nas vendas com o total de 675 caminhões pesados emplacados, ante 492 unidades no mesmo período de 2016.

 

DIVISÃO DE PEÇAS

A Paccar Parts, divisão de peças do grupo Paccar, controladora da DAF, anunciou na Fenatran a ampliação da divulgação das suas marcas, com a presença em redes sociais, começando pelo Facebook e posteriormente o Instagram. A iniciativa visa estar mais próximo dos clientes, apresentando seus produtos e interagindo diretamente com os consumidores.

Uma das líderes mundiais em distribuição de peças e atendimento qualificado aos clientes, a Paccar Parts já investiu mais de R$ 100 milhões no desenvolvimento de peças TRP, sua linha multimarcas para o mercado de reposição, que cresceu 300% em 2017. Este resultado é fruto da ampliação do portfólio de peças para o aftermaket e crescimento da rede DAF, seu canal de distribuição no Brasil.

No primeiro semestre, a empresa lançou por meio da sua marca TRP seis novas linhas de produto. Entraram no mercado também mais três complementos de linha, aumentando a gama de caminhões atendidos com as peças da marca. Para este semestre, estão previstas mais seis linhas de produto e cinco ampliações de portfólio.

“A TRP foi pioneira no mercado nacional com a distribuição de peças para as principais marcas de caminhões e carretas do país por meio da Rede de Concessionárias DAF, onde também é realizado o serviço. Somado a isso, oferecemos ao mercado peças de alta qualidade e garantia diferenciada. O resultado desta equação tem sido o reconhecimento dos nossos clientes e o crescimento da nossa operação no Brasil”, afirma Carlos Tavares, diretor de Paccar Parts no Brasil.

“Temos muita confiança nos nossos produtos e queremos a mesma certeza por parte dos nossos clientes. Oferecemos ao mercado preços competitivos e alta qualidade, comprovada em laboratórios de testes e pela nossa engenharia”, destaca Tavares. Para 2018, a Paccar Parts espera um crescimento de 200%. A empresa tem disponibilidade de peças em seu centro de distribuição localizado em Ponta Grossa, no Paraná, de mais de 99,5%.

 

PORTFÓLIO

A TRP trabalha com 35 linhas de produtos como: filtros, itens de suspensão, itens de freio, acessórios, correias, tensionadores, turbo, embreagem e bomba d’agua.

São mais de 800 peças diferentes, que atendem a maior parte da frota circulante no país, e itens de maior frequência de reparo em veículos pesados. Os fornecedores brasileiros representam 93% das peças TRP comercializadas no Brasil.

A marca TRP surgiu em 1994, com uma linha selecionada de peças para carretas e comercializada exclusivamente por revendedores DAF na Europa. Nesse tempo, cresceu e passou a incluir também uma linha completa de peças de alta qualidade para caminhões e ônibus a preços competitivos.

Presente na Europa, América do Norte e América do Sul como uma marca global, a TRP oferece um portfólio completo de produtos de pós-venda para equipamentos comerciais, incluindo caminhões, reboques, ônibus, motores e guinchos.

You may also like

By