Aeos primeiro caminhão elétrico da Cummins

O investimento recente da Cummins na tecnologia eletrificada foi no caminhão elétrico Aeos apresentado nos Estados Unidos. Este veículo tem autonomia de até 482 quilômetros com uma única carga e será usado como demonstração em aplicações de transporte rodoviário, entregas urbanas e atividades portuárias, como o manuseio de contêineres.

O Aeos é um cavalo mecânico 4×2 rodoviário Classe 7 com peso bruto total (PBT) de 33,7 toneladas e capacidade para tracionar quase 20 toneladas de carga. As acelerações são até 35% mais rápidas em comparação com um veículo similar equipado com motores de 11 ou 12 litros. O torque máximo é de 346 kgf.m.

Em sua configuração básica, o Aeos tem autonomia de 100 milhas (160 km). Na versão completa, são 300 milhas (482 km) com uma única carga. A recarga da bateria de 140 kWh dura uma hora, mas a Cummins já desenvolve uma solução que vai baixar este tempo para 20 minutos até 2020. Para auxiliar na recarga das baterias há freios regenerativos e painéis solares no teto do caminhão.

 

TECNOLOGIAS – Além do caminhão Aeos, a Cummins investe em avançadas tecnologias. O Telematics, que foi criado nos Estados Unidos, chega ao mercado brasileiro como uma solução de monitoramento da condição do motor. “É um sistema que monitora as condições do motor via sinal de internet e possibilita o acompanhamento da frota ou de apenas um caminhão. Com o ele é possível melhorar o intervalo de manutenção, redução de consumo e até realizar manutenções preditivas”, explica Rafael Torres, diretor de engenharia da Cummins Latin America.

Outra solução é o Over The Air, que permite executar atualizações de software do motor enquanto o caminhão ou até uma frota inteira está em operação. “A atualização elimina a necessidade de os clientes visitarem uma concessionária para atualizações de calibração do motor que podem normalmente levar três dias ou mais, além dos custos adicionais. Esta programação oferece redução significativa de custos, já que elimina o tempo de inatividade, enquanto melhora a confiabilidade e o desempenho do motor”, esclarece Torres. Esta solução acaba de ser lançada no mercado americano e está em processo de adaptação para também ser inserida no Brasil.

O Adept é um conjunto de recursos eletrônicos avançados que adapta, de modo dinâmico, às condições momentâneas de funcionamento para operação eficiente do veículo. O sistema vai instalado no motor e verifica automaticamente as condições de aceleração, monitorando em tempo real a performance da máquina de forma quase imperceptível ao usuário final.

O Fleetguard FIT é uma plataforma responsável pelo monitoramento das condições dos filtros do caminhão que, por meio de uma base de dados coletados com a telemetria e conectado ao smartphone, permite ao usuário final ou frotista acompanhar e receber informações sobre o período de intervalo de troca. O aplicativo calcula o delta de pressão e estima a vazão para sincronizar a necessidade de substituição dos produtos, ou seja, vai informar o momento exato da substituição, podendo estender o prazo, caso o ciclo de uso seja mais leve.

You may also like

By