SsangYong volta ao Brasil

Depois de passar por duas vezes no Brasil no período de 1995-1998 e 2001-2015 a coreana SsangYong reinicia suas operações com o desafio de tornar uma marca premium no país. “Vamos fornecer qualidade, bom serviço e melhorar a imagem da marca no mercado brasileiro”, destacou Jong Dae Lee, diretor geral de exportação da SsangYong Motor Company.

A montadora recomeça trazendo quatro tipos de veículos – Korando, Tivoli, XLV e a picape Actyon Sports – que serão importados pela Venko Motors, do Grupo JLJ, empresa que representou a marca Chery no mercado brasileiro, de julho de 2009 a julho de 2012, quando a montadora chinesa decidiu construir sua própria fábrica em Jacareí, no interior de São Paulo. O contrato com a Venko é de dez anos, com períodos renováveis e subsequentes de cinco anos.

Embora reconheça que o mercado automotivo tenha reduzido 44%, de 3,6 milhões de veículos vendidos em 2013 para dois milhões este ano, que o país ainda enfrenta uma forte crise política e que o câmbio não esteja favorável, o diretor da SsangYong Motor Company esclareceu que nesta volta ao Brasil a montadora levou em consideração o potencial do país. “Vamos oferecer produtos com preços competitivos e reparar os erros”, disse Lee, pedindo desculpas aos clientes brasileiros pela marca ter abandonado os negócios no país em agosto de 2015.

Lee lembrou que 2011 foi um ano promissor para o mercado automotivo no Brasil. “Depois houve mudanças no país. O Inovar Auto elevou em 30% a importação de veículos, tivemos volatilidade do câmbio e uma negociação difícil do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados)”, relatou.

Agora a montadora retoma suas operações no Brasil com alguns pontos de vantagens e com veículos que surpreenderam na adaptação técnica de homologação, obtendo aprovação no teste de emissão e de eficiência energética, segundo Marcelo Fevereiro, diretor de operações da Venko e da SsangYong Brasil. “A picape Actyon Sport é um veículo 4×4 robusto, com motor de 2.2 litros turbo diesel Euro 6 de 180 cv de potência desenvolvido pela SsangYong na Coreia do Sul. O Korando é um SUV 4×4 que usa a mesma tecnologia turbo diesel, com caixa de câmbio de seis marchas, conforto e estabilidade. O XLV oferece o mesmo pacote técnico com a possibilidade de ter um porta-mala de 720 litros. O Tivoli, o mais jovem carro da linha, é um modelo completo, produzido em plataforma global, com motor de 128 cv de potência e transmissão automática”, destacou Marcelo.

 

MODERNIZAÇÃO

Gerson Pittorri, presidente da SsangYoung Brasil, ressaltou que nos últimos anos a SsangYong Motor Company passou por processos de modernização de suas unidades fabris e de ocidentalização de seus veículos. “Os modelos Tivoli e XLV já foram premiados na Europa, o New Rexton foi apresentado recentemente em Paris, enquanto o Korando e a picape Actyon Sports passaram por importantes reestilizações. Com essa mudança de posicionamento da marca, esperamos conquistar o consumidor brasileiro”, disse o presidente.

Pittorri lembrou que, com 60 anos de história a SsangYong consolidou uma indústria automotiva sólida com carros de futuro, com consagração de qualidade e a credibilidade assegurada. “Trata-se de uma marca premium, que alia tecnologia de ponta, design avançado, excelente acabamento e grande responsabilidade social à medida que apresenta soluções alinhadas à tendência mundial de preservação do meio ambiente. Seus carros são mundialmente reconhecidos pela utilização do diesel, o que garante uma excelente relação de custo-benefício entre consumo e potência”.

Leia  mais  na revista na revista Transporte Moderno nº484  no Acervo Digital OTM

Veja também

Por