Expresso 3300 inicia operações de inbound e outbound da planta da CNH Industrial em Curitiba

A Expresso 3300, um operador logístico com um amplo portfólio de serviços logísticos em quatro divisões de negócios, Inhouse, Warehouse, Transporte e Readiness, com atendimento em todo território nacional. Entregando serviços de alto valor agregado, que vão desde o transporte até a terceirização total da cadeia logística de forma a integrá-la com amplo know how e expertise firmou um novo contrato com a CNH Industrial uma das líderes em bens de capital que possui a linha mais completa de veículos do mundo com as marcas: Case IH, Steyr, Case Construction Equipment, New Holland Agriculture, New Holland Construction, Iveco, Iveco Astra, Iveco Bus, HeuliezBus, Magirus, Iveco Defence Vehicles e FPT Industrial.

“A Expresso 3300 atende a FPT Industrial desde 2014 na divisão de readiness com os serviços de firewall, medição de peças e retrabalho. Assim como iniciamos operações de cross docking e transportes spot com a CNH Industrial no final de 2016”. Comenta Anderson Barth – gerente de logística e comercial.

Anderson Barth – gerente de logística e comercial

A parceria tem como objetivo trazer melhorias para a operação de inboud e outbound do cliente, além de personalizar, dimensionar os melhores recursos e investir em tecnologia e inovação. O escopo da operação abrange o transporte de contêineres ou materiais dos terminais portuários dos estados do Paraná e Santa Catarina para a planta da CNH Industrial localizada no Estado do Paraná, o retorno de contêineres vazios aos depósitos dos armadores, bem como o fluxo de exportação de contêineres.

A Expresso 3300 investirá nesta operação aproximadamente R$ 12 milhões com equipamentos customizados e sistema, além da mão de obra especializada ao longo dos próximos 6 meses.

Fechar este contrato com a CNH Industrial mostra que estamos cumprindo com nossa missão entregando qualidade e excelência na prestação de serviços, superando as expectativas dos nossos clientes. “Teremos um crescimento na divisão de transporte equivalente a 14% e 8%, em relação ao total de nossos negócios”. Complementa Barth.

Fonte:Expresso 3300 – www.expresso3300.com.br

Veja também

Por