JadLog obtém crescimento recorde em 2017

Com foco no e-commerce, a empresa investirá R$ 50 milhões no próximo ano, em automatização dos processos e em desenvolvimento de novos produtos e serviços

márcia pinna raspanti

A JadLog, especializada no transporte de cargas expressas fracionadas e uma das principais operadoras logísticas de e-commerce, vai encerrar 2017 com incremento de 20% no faturamento, que deve atingir R$ 480 milhões. Esse é o primeiro ano da companhia sob a gestão do grupo francês GeoPost, segunda maior rede de distribuição de encomendas da Europa com a rede internacional DPDgroup, que adquiriu 60% das operações da JadLog em janeiro. Em novembro, as receitas cresceram 30%, e a companhia entregou mais de 12,5 milhões de encomendas, fazendo 75 mil entregas na Black Friday. “Com a parceria, nós conseguimos aprimorar a qualidade e dar prosseguimento a grandes projetos”, diz José Afonso Davo, CEO da JadLog.

Para 2018, os aportes financeiros devem ser de R$ 50 milhões. Segundo Olivier Establet, CEO da GeoPost em Portugal e presidente do conselho de administração da JadLog, o objetivo é atingir R$ 1 bilhão de faturamento no Brasil, nos próximos três ou quatro anos. Para isso, a empresa promete uma série de novidades: o lançamento de serviços na área das expedições internacionais, um novo produto voltado ao e-commerce, a criação de um portal de devoluções e um aplicativo para destinatários, além de investir em sistemas para facilitar a integração com os websites dos clientes e a automatização da operação.

De olho na ampliação de seus serviços, a JadLog investe em tecnologia. “Precisamos industrializar nossos processos. Em janeiro, vamos adquirir um sorter, com capacidade para fazer a triagem de dez mil encomendas por hora. Hoje, muito desse trabalho efeito de forma manual ou semiautomática. Temos um plano estratégico que vai nortear a empresa nos próximos anos e nos tornará a referência nos mercados B2B (transações comerciais entre empresas) e B2C (venda para o consumidor) para encomendas de até 30 quilos. E vamos cumprir nossos planos com eficiência”, destaca Establet.

A empresa pretende também reforçar a sua capacidade de atender grandes clientes. “Já temos clientes de todos os portes, inclusive os grandes, em diferentes ramos de atividades”, diz Establet. Com mais de 500 franqueados atualmente, a JadLog quer aumentar em 20% o número de franquias em 2018, principalmente em cidades e polos comerciais menores. “Queremos dominar a etapa de ‘última milha’ ou last mile e estamos investindo bastante na expansão da nossa capilaridade”, explica.

Ampliado em 2017 com o apoio da estrutura global do grupo GeoPost, o serviço de expedições internacionais começou a funcionar em outubro deste ano, com a importação de mercadorias provenientes principalmente da Europa e da Ásia. A partir de março de 2018, a JadLog passará também a oferecer um serviço de exportação aos seus clientes.

 

E-COMMERCE

Em janeiro do próximo ano, a companhia lança o serviço Pickup, que permitirá a retirada das encomendas de e-commerce pelo consumidor em diferentes pontos de conveniência, que serão escolhidos por ele, de acordo com a sua localização e preferência. “Queremos criar uma rede de milhares de lojas. Nesse momento, estamos fazendo o recrutamento desses estabelecimentos comerciais. Vamos oferecer mais uma alternativa para o consumidor buscar suas encomendas. Considero esse serviço uma grande evolução para o comércio eletrônico”, enfatiza Establet.

A JadLog espera que o serviço Pickup possa ampliar ainda mais a atuação da empresa, tornando-a uma referência desse tipo de entrega no país, assim como ocorre com o DPDgroup na Europa, onde foram retirados mais de 52 milhões de encomendas nas 28 mil lojas Pickup, somente no ano passado. No Brasil, o comércio eletrônico não para de crescer: uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas aponta que 40% dos consumidores concentrarão as compras de Natal na internet, um crescimento de 8% em relação ao ano passado.

As lojas Pickup deverão receber R$ 1 por entrega. “Há algumas exigências para que o estabelecimento comercial faça parte do serviço, como disponibilizar um local adequado para que as encomendas sejam retiradas e um espaço para armazenagem de mercadorias. Mais do que na remuneração por entrega, os lojistas têm interesse principalmente no aumento de fluxo de pessoas que a parceria irá trazer, já que quem vai buscar as encomendas pode aproveitar para fazer compras na loja”, acredita Establet.

Para ser mais eficiente nos processos, a companhia irá implantar um sistema de ERP integrado, com webservices e aplicativos de entrega que permitirão ao destinatário acompanhar o status da encomenda quase em tempo real. “O aplicativo para os destinatários e o serviço Pickup irão proporcionar entregas customizadas, dando a chance para quem recebe de optar pelo que for mais conveniente”, diz Establet. Outro serviço em avaliação é o Predict, em que o cliente escolhe também o horário de entrega dos produtos, sempre com uma margem de, no máximo, 30 minutos ou uma hora.

A empresa apresenta ainda sua nova imagem corporativa, que adota as cores de seu acionista majoritário, o DPDgroup. A nova logomarca estará presente nos uniformes dos colaboradores (motoristas e entregadores) e nas lojas franqueadas. “A mudança irá marcar esse novo capítulo na trajetória da JadLog”, destaca Establet.

 

You may also like

By