Mercedes-Benz lidera as vendas de ônibus no primeiro bimestre

Com 60% de participação no mercado de ônibus, a montadora emplacou mais de 1.000 unidades nos meses de janeiro e fevereiro, o que significa 220% a mais em relação ao ano passado.

 

Em 2018, a Mercedes-Benz vem mantendo sua liderança nas vendas de ônibus no Brasil. No primeiro bimestre, a empresa alcançou 60% de participação no segmento acima de 8 toneladas de PBT, percentual três vezes maior que o segundo colocado no ranking de vendas.

“Nos meses de janeiro e fevereiro, foram emplacados 1.007 ônibus da nossa marca, número 220% superior ao obtido no mesmo período de 2017, quando tivemos 315 unidades emplacadas”, diz Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “As renovações e ampliações de frota das empresas de transporte de passageiros estão puxando as vendas, tanto no segmento urbano como no rodoviário”.

O executivo destaca o excelente desempenho de vendas da marca nos dois segmentos de mercado. “Entre os urbanos, emplacamos 668 unidades e atingimos cerca de 78% de participação no primeiro bimestre de 2018”, informa Barbosa. “Nos rodoviários, foram 71% de participação, com 243 unidades emplacadas.”

A previsão da Meredes-Benz para o mercado de ônibus em 2018 é de crescimento de 15% em relação ao total registrado no ano passado de 11.444 veículos. Em 2017, a participação da Mercedes-Benz nas vendas de ônibus (acima de 8 toneladas de PBT) foi de 52,5%, com 6.007 veículos. No segmento urbano, a empresa comercializou 3.830 unidades, 73,2% do total de 4.962 unidades. Nos rodoviários, vendeu 1.037 unidades, 52,8% das 1.964 unidades do segmento e, nos micro-ônibus, a empresa respondeu por 474 unidades, ou 23,4% do total de 2.029 comercializadas. Para o Caminho da Escola, a Mercedes forneceu 866 veículos, 49,2% das 1.759 unidades destinadas ao programa.

Quanto ao primeiro bimestre deste ano, o licenciamento de ônibus totalizou 1.677 unidades, com 60% de market share da Mercedes-Benz. A empresa comercializou no período 668 ônibus urbanos (77,9% de participação), 243 modelos rodoviários (71,3%), 76 micro-ônibus (19,8%) e entregou 20 ônibus escolares (66,7%) para o Caminho da Escola.

Entre as principais vendas da montadora nos dois primeiros meses do ano estão: 55 modelos OF-1721 para a VIX de Marabá; 25 unidades do OF-1721 para a Piracicabana do Distrito Federal; 33 modelos OF- 1721 para o Grupo Unidas de João Pessoa; e 20 unidades do OF-1721 para a TCGB de Bauru, do interior paulista.

LICITAÇÕES DE ÔNIBUS – “As licitações do transporte escolar e as renovações nos segmentos urbano e rodoviário estão puxando as vendas de ônibus no país”, observa Barbosa. “Somente nos meses de dezembro de 2017 e janeiro de 2018, negociamos 3.985 chassis de ônibus para diferentes empresas e para o programa Caminho da Escola do FNDE. Esses veículos serão emplacados ao longo de 2018. Com isso, temos a expectativa de aumentar em 15% nossas vendas no segmento de ônibus este ano.”

Entre os grandes negócios de ônibus fechados no mês de janeiro está a negociação de 1.600 micro-ônibus para o governo federal. A Mercedes-Benz venceu a licitação do programa Caminho da Escola do FNDE e os veículos serão distribuídos a municípios em todo o Brasil.

É da Mercedes-Benz a mais completa linha de ônibus do mercado brasileiro. Com micros, ônibus convencionais, articulados e superarticulados, a empresa oferece soluções para todas as demandas do transporte coletivo urbano, seja em linhas troncais de sistemas como BRT, corredores e faixas exclusivas, como em vias alimentadoras e distribuidoras que interligam os bairros às regiões centrais. Além dos modelos para atender licitações públicas, como, por exemplo, o programa Caminho da Escola do FNDE. Para o segmento rodoviário, o portfólio da marca inclui modelos para curtas, médias e longas distâncias, bem como, para fretamento.

SPRINTER – A Mercedes-Benz também se destacou nas vendas de vans com a linha Sprinter no início do ano. Na categoria de Comerciais Leves (3,5 a 5 toneladas de PBT), a marca saltou de 42% de participação de mercado em janeiro de 2017 para 67% este ano, com 300 unidades emplacadas. Isso representa um crescimento de 73% na comercialização dos modelos para o transporte de passageiros.

“As aplicações que puxaram as vendas foram fretamento e turismo, segmento em que a marca realizou grandes negócios, se posicionando bem à frente do segundo colocado, com 48% a mais em participação”, diz Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil. “Os estados de São Paulo e Minas Gerais, além do Distrito Federal, foram os principais compradores de vans de passageiros Sprinter em janeiro.”

Com o emplacamento de 572 unidades em janeiro de 2018, considerando todos os modelos de vans, furgões e chassi com cabina, a marca alcançou um crescimento de 54% em relação a idêntico período do ano passado no segmento de 3,5 a 5 toneladas de PBT, enquanto o mercado como um todo teve aumento de 20%. “Este resultado é muito expressivo, por tratar-se de uma categoria extremamente competitiva”, afirma Jefferson.

A meta da empresa para 2018 é manter o patamar de market share alcançado em 2017 – 55% para vans de passageiros, 32% para furgões e 22% para chassi com cabine. “A linha Sprinter comercializada no Brasil tem atendido à expectativa dos nossos clientes pela tecnologia, segurança, conforto e rentabilidade que oferece nas mais variadas operações do transporte”, acrescenta.

Com 60 versões, a família de veículos comerciais leves da Mercedes-Benz é formada pelos modelos 313 CDI Street (Peso Bruto Total – PBT de 3,50 t), 415 CDI (PBT de 3,88 t) e 515 CDI (PBT de 5 t), que são indicados para empresas de transporte, profissionais autônomos e empreendedores.

SPRINTER – Os clientes de veículos comerciais leves Sprinter, assim como do Vito, do segmento de Vans Médias, contam com o atendimento e a assistência especializada da Rede de Concessionários em todos os estados do Brasil. Além disso, dispõem do atendimento diferenciado de sete unidades do Van Center – Centro Especializado em Vans, estrategicamente localizadas nos importantes mercados dessas linhas de veículos.

 

Veja também

Por