COMEMORANDO OS BONS RESULTADOS

Evento homenageia as empresas do setor de transportes e logística, que se sobressaíram nos mais diversos segmentos de atuação

Matéria da revista Global, Edição nº02, ano 2018

A 31ª edição das Maiores do Transporte e Melhores do Transporte, que ocorreu em 27 de novembro, no hotel Transamérica, em São Paulo, reuniu 540 convidados, entre empresários, autoridades e profissionais ligados ao setor. A premiação, promovida pela revista Transporte Moderno, da OTM Editora, e contou com o apoio da Intermodal South America, analisou 1.2 mil balanços financeiros, divididos em 36 categorias, agraciando as empresas que apresentaram os melhores indicadores em 2017 e as estratégias de negócios que as levaram a superar os entraves políticos e econômicos da atualidade.

Para o diretor e publisher da OTM Editora, Marcelo Fontana, o encontro foi um grande sucesso. “Reunimos aqui mais de 500 representantes de diferentes setores de transporte e logística, incluindo a indústria, que, apesar dos tempos difíceis, conseguiram ótimos resultados em suas empresas. Mais uma vez, temos a alegria de realizar o evento, reconhecido pelas entidades setoriais, empresários, executivos e profissionais da área, em um momento marcado pelo otimismo, depois de um período de turbulências”, acredita.

Fontana ressalta que o anuário das Maiores do Transporte e das Melhores do Transporte traz um panorama bastante completo do setor. “É uma publicação que aponta as empresas que mais destacaram em seus segmentos, com base na análise minuciosa dos seus balanços financeiros.

Outro ponto importante é o tradicional Concurso de Comunicação Visual e Pintura e Frota”, conta. Fontana também destaca a homenagem ao melhor operador logístico do ano promovida pela Associação Brasileira de Operadores Logísticos e a OTM Editora, e o Prêmio de Sustentabilidade, em parceria com o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de São Paulo e Região (Setcesp).

Os números avaliados pela premiação permitiram o vislumbre de um cenário bem mais positivo que nos anos anteriores.

As empresas analisadas obtiveram uma receita operacional líquida total de R$ 2,42 trilhões, o que equivale a 36,9% do PIB em 2017. O lucro líquido dessas empresas alcançou a marca de R$ 172,13 bilhões. Isso mostra a relevância dessa análise para o mercado de transportadores e operadores logísticos, indústria e serviços, incluindo serviços financeiros, ligados ao transporte, e também de monstra a importância do setor para a economia brasileira.

Com uma base 1,1% maior de empresas participantes sobre o total de 2016, os dados indicam que o setor de transportadores e operadores logísticos está caminhando em direção à retomada do crescimento.

Na média, 64,9% das empresas apresentaram lucratividade, o que significa um aumento de 3,2 pontos percentuais sobre os dados de 2016, e 11 pontos percentuais sobre 2015. A rentabilidade patrimonial das empresas também subiu. Na média, esse indicador fechou 2017, com 11,2%. Em 2016, havia sido 9%.

Alguns setores obtiveram resultados acima da média. Com uma base de 326 empresas, nessa edição, a categoria de transportadores e operadores logísticos registrou uma receita operacional líquida de R$ 242,13 bilhões, 7,97% superior ao ano anterior. No segmento de serviços, a categoria transporte, armazenagem e correio, que engloba transporte de carga e passageiros, apresentou resultado positivo de 1,1%. O presidente da MRS, Guilherme Segalla de Mello, destaca que o ano tem sido de recuperação para alguns de seus principais clientes, como as siderúrgicas.

“Ainda assim, foi mais um ano desafiador para o setor produtivo como um todo. Nossa visão é a de que a ferrovia é parte da solução para momentos de atividade econômica retraída”.

Os serviços financeiros ligados ao transporte também foram positivamente impactados. “Com a expectativa da retomada econômica, os consumidores estão mostrando apetite para fazer financiamentos para a compra de veículos, especialmente porque a inflação e os juros seguem em patamares baixos”, observa o diretor executivo do Bradesco, Aurélio Guido Pagani.

Os balanços das companhias do segmento marítimo e fluvial demonstram que 70,8% de empresas foram lucrativas, registrando 14,3% de rentabilidade patrimonial, 66,5% de endividamento geral, e 170,7% de liquidez corrente, com 56 pontos percentuais acima do registrado em 2016.

Dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviá – rios (Antaq) apontam para uma sensível melhoria para as empresas do setor: crescimento de 1%, sobre o mesmo período do ano anterior no volume de cargas movimentadas nas instalações portuárias brasileiras. Esse resultado representa aumento de 2,6 milhões de toneladas no comparativo entre os períodos.

Mais prêmios

A Abol e a OTM Editora homenagearam o melhor operador logístico do ano, durante o evento das Maiores do Transporte e das Melhores do Transporte. A vencedora foi a DHL Supply Chain, uma divisão da DHL Logistics Brasil, que já havia sido a escolhida no ano passado, na primeira edição da premiação. A Veloce foi a segunda colocada.

No mesmo dia, também foram anunciados os vencedores do Prêmio de Sustentabilidade Setcesp & Transporte Moderno.

Neste ano, o certame contou com 13 empresas participantes, com 23 projetos inscritos. A Transporte Rodoviários Letsa ra foi a vencedora da categoria Responsabilidade Ambiental com o projeto “Inovar e Renovar”, que busca a modernização de recursos. A iniciativa já gerou a eliminação de 2,5 mil quilos de graxa ao ano e economizou 120 horas de veículos em manutenção. A direção econômica proporcionou uma redução de 192,3 mil litros de diesel e de 653 tone ladas de CO².

Na categoria Gestão Econômica Sustentável, a Cesari Logística levou o prêmio com o projeto “Implementação da Torre de Tráfego – CGO”, que é uma metodologia de gestão com foco na visibilidade e informação em tempo real da operação de transporte por monitoramento online. A Cesari ganhou também na categoria Responsabilidade Social com o projeto “Universidade Corporativa”, que capacita colabora dores do grupo e da comunidade.

Mobilidade

Fontana aproveitou o mercado reunido para anunciar o lança mento da Arena ANTP 2019 – Congresso Brasileiro de Mobilidade Urbana, evento bianual da ANTP, que passa agora a ser realizado em parceria com a OTM Editora. O congresso acontecerá de 24 a 26 de setembro de 2019, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

Por