Meritor Brasil investe em manufatura de padrão mundial

Desde 2014 foram aplicados US$ 18,6 milhões, com ganhos de produtividade, qualidade e segurança, que garantem maior oferta para as montadoras brasileiras

A Meritor intensifica investimentos em softwares, processos de manufatura e robotização, com ganhos em produtividade, qualidade, ergonomia e segurança, que contribuem para aumentar a capacidade e ampliar a oferta de seus produtos para clientes da região.
De 2014 a 2021, foram aplicados US$ 18,6 milhões em modernização, automação e substituição de 42 equipamentos antigos. O projeto de modernização envolveu, ainda, a aquisição de 13 robôs para automatizar dez células de processos de manufatura, entre as quais solda, usinagem, medições automáticas e manuseio.
“Os investimentos dos últimos anos têm por objetivo introduzir processos de manufatura de classe mundial voltados para a indústria 4.0”, afirma Alexandre Marien, diretor de operações da Meritor para América do Sul. “O foco principal é buscar total integração entre manufatura, engenharia de produtos e a produção, com ganhos em produtividade.”
Segundo o executivo, a definição simultânea de produtos e processos favorece a operação como um todo, garantindo um desenvolvimento mais ágil e uma performance produtiva totalmente em conformidade com as necessidades das montadoras. Ele lembra que as ações em curso na fábrica de Osasco (SP) se refletem não só em aumento de produtividade e qualidade, mas também em melhorias significativas em segurança.
“Aplicamos recursos expressivos em melhoria das condições de trabalho e na qualificação profissional e isso se reflete na percepção de nossos colaboradores que foi demonstrada com a certificação das melhores empresas para se trabalhar em 2021 BPTW”, reforça o diretor.
A Meritor já investiu em aumento de capacidade de linhas específicas e está se preparando para ampliar ainda mais a produção local, visto haver sinais claros de aceleração da demanda nos segmentos nos quais atua.
Como parte de todo o processo de melhor atender o mercado brasileiro, a Meritor investiu na nacionalização recente de quatro famílias de produto, antes importadas dos Estados Unidos e da Europa – os eixos MS 17x e 18x, o DS 70, MS 150 e MS 160.
“E agora estamos localizando a carcaça do eixo MS 120. Trabalhamos continuamente para oferecer soluções cada vez mais inovadoras para os nossos clientes, o que passa por investimentos de peso em manufatura”, complementa Marien.

Por