Empresas Randon registram resultados recordes em 2021

A receita líquida consolidada da companhia atingiu R$ 9,1 bilhões, crescimento de 67% sobre 2020, e o lucro líquido foi de R$ 697,9 milhões

As Empresas Randon encerram 2021 com resultados recordes na história da companhia. A receita líquida do ano registrou crescimento de 67% se comparado a 2020, alcançando R$ 9,1 bilhões. O Ebitda consolidado foi de R$ 1,3 bilhão, com margem 14,7%, crescimento de 11% se comparado com 2020. Já o lucro líquido alcançou R$ 697,9 milhões, 5% superior ao ano anterior.

Segundo a empresa, e desempenho positivo foi impulsionado por um conjunto de estratégias implementadas nos últimos anos, como a diversificação de receitas da companhia, que inclui diferentes geografias, aumento de capacidade, ampliação de portfólio, internacionalização e investimento em inovação. Adicionalmente, a demanda aquecida nos setores de atuação da empresa também contribuiu para os resultados de 2021, principalmente os segmentos de implementos rodoviários, autopeças e reposição. 

“O crescimento das Empresas Randon tem sido acelerado e de forma sustentável, alicerçado pelo nosso modelo de negócios diversificado, que amplia a resiliência das nossas operações. Expandimos nossa atuação em setores pujantes, como o agronegócio, e reforçamos nossa presença no segmento de reposição, equilibrando ainda mais nossas fontes de receita”, afirma Paulo Prignolato, CFO das Empresas Randon.

O ano de 2021 também foi um marco para movimentos importantes envolvendo inovação, com a consolidação de projetos estratégicos. A companhia apresentou a Nione, unidade criada a partir da descoberta de um novo método para obtenção de nanopartículas de nióbio em larga escala, e a Fras-le Smart Composites, linha de produtos que possibilita uma alternativa moderna a itens fabricados em aço, mais leve, resistente e flexível em design para fabricação de itens estruturais e com aplicação de engenharia avançada. Além disso, houve a aquisição da Auttom, empresa com foco em automação, e a criação da primeira fintech das Empresas Randon, a R4 Digital.

“Por meio de investimento em pesquisas e novas tecnologias, passamos a apresentar soluções disruptivas, inéditas no mercado global. Também tivemos mais um passo importante para a nossa governança, com o Sérgio L. Carvalho, até então COO da companhia, assumindo como CEO das Empresas Randon. E tudo isso baseado em um pilar importante: a sustentabilidade, que deu origem aos nossos compromissos ESG, lançados em 2021, e que estão totalmente conectados com nossa estratégia de negócio, com a nossa transformação e com a perpetuação das Empresas Randon”, destaca Daniel Randon, presidente das Empresas Randon.

No encerramento do quarto trimestre de 2021, as Empresas Randon apresentaram receita líquida consolidada de R$ 2,5 bilhões, aumento de 41% se comparado ao mesmo período de 2020. As receitas do mercado externo atingiram US$ 91,1 milhões, avanço de 53% no comparativo com o mesmo período de 2020, impulsionadas pelo aumento das vendas para os países da América do Sul e mercado norte-americano.

Para 2022, a estimativa das Empresas Randon é que a receita líquida consolidada atingirá R$ 11 bilhões, o que representará um crescimento de 21% sobre os R$ 9,1 bilhões registrados em 2021. As receitas do mercado externo saltarão de US$ 320 milhões para US$ 360 milhões e os investimentos aumentarão de R$ 340 milhões para R$ 370 milhões.

Por