Vamos fecha acordo para compra da Truckvan

O contrato prevê um aporte de R$ 30 milhões, a ser realizado na data de fechamento, e uma aquisição secundária de R$ 54 milhões, que resultará em uma participação indireta de 70% da Vamos, por meio da Vamos Seminovos, na Truckvan

A Vamos, empresa do grupo Simpar, anunciou o acordo para compra da Truckvan, ampliando assim seu portfólio de negócios adicionando produção e venda de implementos rodoviários e unidades móveis.

Segundo comunicado do Grupo Simpar, a aquisição consolida a posição de destaque da empresa como plataforma de negócios de caminhões, máquinas, equipamentos e está alinhada ao planejamento estratégico da companhia de crescer dentro do seu ecossistema visando mercados resilientes, escaláveis, sinérgicos e com alto potencial de crossselling.

“Com o apoio e expertise da Vamos, e atuando como empresa independente, com equipe 100% dedicada ao negócio, a Truckvan ampliará ainda mais o seu portfólio de locação e potencializará o seu negócio através da customização de produtos e soluções para seus mais de 300 clientes, se consolidando como plataforma de locação e produção de veículos pesados e implementos no Brasil”, diz o comunicado.

Em 2021, a Truckvan apresentou R$ 282 milhões de Receita Bruta (crescimento de 82% versus 2020; R$ 28 milhões de Ebitda (margem Ebitda de 12%), R$ 9 milhões de Lucro Líquido (margem líquida de 4%) e R$ 16 milhões de Dívida Líquida.

O presidente e um dos fundadores da Truckvan, Alcides Braga, afirma que a operação é extremamente positiva, pois propiciará uma estrutura melhor nas finanças, fortalecimento da empresa, e possibilidades de novos projetos. “Em um negócio como o nosso, intenso de capital, uma união como essa faz muita diferença. Ter um grupo forte conosco, seguramente nos permite exercer melhor a nossa vocação de produção, de entrega, de criação de implementos e unidades móveis. A Truckvan seguirá como uma empresa independente, com maiores oportunidades de negócios por meio da capilaridade do Grupo Vamos.”

“Eu sigo presidindo a empresa, coordenando todas as operações, os projetos, e liderando o nosso time. Nos quesitos, operacional e gestão, permanece tudo da mesma forma”, diz Braga.

Por