CCR Aeroportos assume a operação dos aeroportos de Goiânia, São Luís e Teresina

No último dia nove, a empresa assumiu a operação de nove aeroportos e, no dia 31, a se responsabilizar pela operação de outros três, passando a atuar em todas as regiões do Brasil

A CCR Aeroportos assume simultaneamente nesta hoje (dia 24) a operação de mais três aeroportos brasileiros concedidos no ano passado pelo governo federal, na 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias. Nesta transição operacional, a empresa passa a ser responsável pelos aeroportos de Goiânia, em Goiás, São Luís, no Maranhão, e Teresina, no Piauí. No último dia 9 de março, a empresa assumiu a gestão de nove aeroportos e, no dia 31, começa a administrar outros três, passando a atuar em todas as regiões do Brasil. O movimento de expansão posiciona a CCR Aeroportos como a maior operadora em número de aeroportos no país.

O investimento previsto nestes 15 aeroportos é de R$ 4,8 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão. Até o fim do primeiro semestre deste ano, a empresa passa a operar também o aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, concedido pelo governo do Estado de Minas Gerais. Esta é a primeira vez no mundo que a operação de tantos aeroportos é comandada de maneira simultânea por um novo operador, feito inédito que marca o setor.

“Os aeroportos de Goiânia, São Luís e Teresina são importantes vetores de negócios e turismo, com participação relevante na economia destas capitais. Para contribuir com seu desenvolvimento, trabalharemos na modernização destes aeroportos, na ampliação da oferta de lojas e serviços, além de melhorias visando à segurança, ao conforto e à experiência dos passageiros. Como resultado deste trabalho, a empresa também espera criar novas oportunidades de emprego e de renda para estas regiões onde estamos inseridos”, afirma Cristiane Gomes, CEO da CCR Aeroportos.

As primeiras ações da CCR Aeroportos serão na requalificação da infraestrutura, na sinalização, pintura, aplicação de nova identidade visual, higiene e limpeza, entre outros serviços que serão percebidos de maneira mais imediata pelos clientes. A empresa começa agora, simultaneamente à operação e às primeiras intervençõedez\relacionadas às obrigações previstas no contrato de concessão, a refinar os cronogramas e projetos de investimentos, incluindo obras e a implantação de novos equipamentos em cada um dos 15 aeroportos. O planejamento das obras já está em curso, com acompanhamento da agência reguladora (Anac).

Em outro eixo de trabalho, a companhia já está em contato com parceiros comerciais, analisando oportunidades para viabilizar novas opções de alimentação, varejo e demais serviços nos aeroportos. Entre as novidades já concretizadas, a CCR Aeroportos aumentou em dez vezes a velocidade do wi-fi nos aeroportos, que é gratuito e ilimitado. A empresa também firmou parceria com a Estapar, maior empresa de estacionamentos do Brasil, aprimorando e modernizando este serviço.

A CCR Aeroportos é responsável por 20 aeroportos em quatro países, nove estados brasileiros, e passa a atender mais de 40 milhões de passageiros por ano. A empresa já atua na BH Airport, concessionária do aeroporto Internacional de Belo Horizonte, além de operar internacionalmente os aeroportos Juan Santamaria, na Costa Rica; Quito, no Equador; e de Curaçao, nas Antilhas Holandesas. A CCR Aeroportos opera ainda uma empresa de serviços aeroportuários nos Estados Unidos, a TAS.

No último dia 9 de março, a empresa assumiu nove aeródromos: Londrina e Bacacheri, no Paraná; Bagé, Pelotas e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul; Joinville, em Santa Catarina; Imperatriz, no Maranhão; Petrolina, em Pernambuco; e Palmas, no Tocantins. No próximo dia 31 finaliza a transição operacional dos aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu, no Paraná, e Navegantes, em Santa Catarina

Por