Marelli Cofap amplia catálogo de palhetas para veículos pesados

As novas palhetas são metálicas, disponíveis nos tamanhos 22, 24, 26, 28 e 32 polegadas e são comercializadas com a marca Magneti Marelli

A Marelli Cofap Aftermarket amplia seu portfólio de produtos para o mercado de reposição no segmento de veículos pesados com o lançamento de palhetas limpadoras de para-brisas. A linha, que já atendia os veículos de passeio e parcialmente a linha pesada, com 29 códigos, agora aumenta seu catálogo com mais cinco códigos, exclusivos para P com a família de palhetas Estrada, atendendo a 95% da frota circulante pesada no Brasil. As novas palhetas são metálicas, disponíveis nos tamanhos 22, 24, 26, 28 e 32 polegadas e são comercializadas com a marca Magneti Marelli com estes cinco códigos:

·         PMMHD22 – Agrale 1600D/ Mercedes-Benz 200T Turbo Diesel/ Marcopolo MBB O-355 – O-364/ Marcopolo Strada Buscar – Nielso 310 / 330 / 350 / 380I/ veco Daily Fiat Ducato – Combinado – MaxiCargo;

·         PMMHD24 – Agrale 13000/ Agrale 600/ Mercedes-Benz 1114 / 709 / 710/ 912/ 914/ Scania Série P/ Volkswagen 11T/ Marcopolo Paradiso/ Mercedes-Benz O 364/ Iveco Daily;

·         PMMHD26 – Ford Cargo (todos)/ Volvo FM 10 – FM 12/ Scania Serie 5 (P/ G / R)/ Mercedes-Benz Atego/ Iveco Stralis/ Renault Master;

·         PMMHD28 – Mercedes-Benz Vito/ Caio Alpha/ Caio Apache/ Marcopolo Double Deck e Low Driver/ Marcopolo Ideale 770 GVI / GVII/ Mercedes-Benz Actros/ Volvo FH;

·         PMMHD32 –Nielson/ Caio Alpha Intercity/ Caio Millenium/ Comil Campione/ Marcopolo Andare/ Marcopolo Paradiso G7/ Mascarello Roma 370;

De acordo com a fabricante, as palhetas limpadoras de para-brisas são fundamentais para a segurança do motorista, principalmente nos dias chuvosos. Quando desgastadas ou ressecadas, as palhetas podem causar danos ao para-brisas, além de aumentar o risco de acidentes sob chuva na medida em que a visão do motorista pode ficar prejudicada. A Marelli Cofap recomenda que o componente seja revisado a cada seis meses, devendo ser substituídos quando surgirem riscos ou faixas no para-brisa, ou quando o vidro apresentar aspecto externo embaçado.

Além de apresentar riscos ao condutor, as palhetas em más condições de uso também configuram infração de trânsito. Segundo o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), circular com palhetas em condições ineficientes ou inoperantes é considerado infração grave. O veículo pode ser multado e até recolhido.

Outro componente essencial para garantir o bom funcionamento das palhetas são as eletrobombas lavadoras do para-brisa responsáveis por bombear a água do reservatório para o para-brisa por meio de tubulações, mediante o acionamento do condutor. A Magneti Marelli também oferece esses produtos, com um catálogo de 32 eletrobombas destinadas aos principais veículos da frota brasileira.

Por