Volkswagen investe em manufatura com realidade virtual

O software é utilizado para análises de projetos com auxílio de óculos 3D e joystick

A Volkswagen Caminhões e Ônibus introduziu em seus processos uma nova ferramenta de realidade virtual para executar análises de manufatura, acelerando processos de desenvolvimento e reduzindo os custos. De acordo com a empresa, por meio de um software que tem interação com um óculos 3D e joystick, os colaboradores podem agora fazer simulações de montagem de forma virtual, antes mesmo de existir um protótipo físico. O conceito também para avaliar eventuais necessidades de ajustes no projeto de forma mais ágil.

“As ferramentas de realidade virtual impactam significativamente a produtividade. Com elas, as análises de manufatura podem ser realizadas sem a efetiva montagem do veículo, o que resulta na diminuição do tempo de avaliação e, consequentemente, no custo. É uma novidade para todo o setor automobilístico, mas nós da VWCO apostamos em novas tecnologias e com a ajuda desses equipamentos podemos cada vez mais melhorar nossos processos para o desenvolvimento de produtos sempre mais inovadores”, comenta Adilson Dezoto, vice-presidente de produção e logística da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

A realidade virtual já é aplicada também em treinamentos da montadora, que investe também outras tecnologias para acelerar sua resposta ao mercado. No Centro Técnico de Garantia da marca, óculos de realidade aumentada são utilizados para melhorar a conexão entre a fabricante e seus fornecedores.

Montagem 4.0

O complexo de desenvolvimento e produção da Volkswagen Caminhões e Ônibus em Resende (RJ) passou nos últimos anos por uma verdadeira revolução para abrigar uma das mais modernas linhas de caminhões da América Latina, informa a montadora.

Com a chegada das famílias Delivery e Meteor, desde a armação até o acabamento da cabine, todo o processo foi criado de acordo com os conceitos de manufatura 4.0, com robótica avançada e inteligência do Big Data para maior produtividade e segurança na operação. A fábrica já conta com mais de 70 robôs, além de um sistema de dados 100% em nuvem para construir a nova cabine.

A fabricação do e-Delivery também se beneficia de todos os ganhos da indústria 4.0 agregados pela Volkswagen Caminhões e Ônibus em seu processo desde o lançamento da nova linha Delivery, que conta com um nível de automação de 60% na armação de sua cabine. Também predomina a tecnologia de reconhecimento automático do veículo, com um chip em cada veículo para programação dos robôs.

Por