Praxio faz parceria com marketplace de compra e venda de peças

Integrado inicialmente ao módulo de compras do Globus e ao 99kote, a Praxio oferece aos seus clientes mais um canal de compras de peças: o marketplace da BuyFirst

A parceria da Praxio com o marketplace BuyFirst tem por objetivo reduzir o tempo de compras, eliminar a necessidade de fazer folow-up e reduzir os preços das peças e produtos, além de melhorar a produtividade do setor de compras.

Segundo a Praxio, a Buyfirst disponibiliza produtos e serviços com preços promocionais de grandes marcas. A parceria possibilitará o acesso direto e gratuito a fornecedores homologados que oferecem produtos e serviços com preços promocionais.

De acordo com Cristiano Moretti, diretor comercial da Buyfirst, “os preços da Buyfirst serão apresentados na tela de cotação do Globus e o comprador pode fazer a compra ali mesmo, na mesma tela, com apenas um clique e para tomar a decisão acertada, serão mostrados os preços médio, da última compra e a economia gerada.”

“Para trazer mais segurança e preços competitivos, nós só nos relacionamos com fabricantes e distribuidores especializados e homologados e oferecemos produtos e serviços com alta qualidade e preços promocionais”, complementa Moretti.

Valmir Colodrão, CEO da Praxio, explica que a parceria busca reduzir as dificuldades de compradores e vendedores que precisam se relacionar com diversos portais e tem pouco tempo para responder as cotações. “De olho na melhoria do processo de compras e na redução de custos, possibilitamos aos compradores o acesso imediato a toda cadeia de suprimentos, utilizando tecnologia para facilitar a localização da oferta, os melhores preços e se antecipar as compras”, comenta.

De acordo com a Praxio, esse é mais um movimento importante da empresa em direção a busca de soluções em tecnologia que contribuam com o setor da mobilidade e logística. Em outubro de 2021, a Praxio divulgou a reestruturação dos times com foco na dinâmica dos diferentes mercados e previsão de crescimento de 20% em 2022.  

“Ao criar estruturas e firmar parcerias que fazem sentido para o negócio dos nossos clientes, estamos nos preparando para os desafios que surgirão no setor dos transportes “, diz Colodrão.

Por