O Canal do Panamá quer simplificar sua estrutura de pedágio, reduzindo o número de tarifas de 430 para menos de 60. O período de consultas foi encerrado nesta semana com uma audiência pública

O sistema simplificado minimizará a complexidade desnecessária e facilitará as transações, eliminando as faixas de pedágio e introduzindo tarifas baseadas nas eclusas utilizadas e no tamanho da embarcação

As mudanças propostas buscam oferecer previsibilidade aos usuários, estabelecendo os valores das tarifas com bastante antecedência, permitindo melhor planejamento.
O processo consulta formal teve início em 1º de abril de 2022, quando foi publicada a proposta de modificação das regras de pedágio e dimensionamento de embarcações para uso do Canal do Panamá. De acordo com a regulamentação, foi concedido um prazo de 47 dias para a fase de consulta, de forma a permitir a todos os interessados ​​apresentarem os seus comentários ou opiniões por escrito.

Após avaliação e análise metódica dos comentários recebidos, e uma vez que todas as considerações pertinentes sejam incorporadas, a diretoria do Canal do Panamá apresentará a proposta final ao Conselho de Gabinete da República do Panamá para aprovação final.





Por