Venda de pneus para as montadoras cai 20,6% até maio

Com o forte impacto da queda na produção de veículos no país, a indústria nacional de pneus reduziu em 20,6% o fornecimento para as montadoras no acumulado de janeiro a maio. De 8,136 milhões de unidades entregues nos cinco primeiros meses do ano passado o volume caiu para 6,643 milhões, segundo dados divulgados pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip). As exportações também não tiveram um bom desempenho no período e apresentaram queda de 13,7%, passando de 5,716 para 4,933 milhões de unidades.

Já o mercado de reposição se manteve aquecido nos cinco meses do ano e garantiu um aumento de 9% nas vendas, alcançando 19,619 milhões de unidades. No mesmo período do ano passado, as vendas totalizaram 18 milhões de unidades. Com este volume, o mercado de reposição garantiu 63,15% de participação nas vendas totais de pneus que somaram 31,015 milhões de unidades nos cinco primeiros meses deste ano, volume 2,6% abaixo dos 31,855 milhões vendidos no acumulado de janeiro a maio de 2014. No mesmo período, o volume de pneus de carga diminuiu 18,4%, de 3,816 milhões para 3,116 milhões.

“O crescimento da participação do mercado de reposição em relação ao total vendido por nossas associadas reflete o enfraquecimento da demanda das montadoras em virtude da redução de vendas que levou, inclusive, a demissões, férias coletivas e lay-offs”, observa Alberto Mayer, presidente executivo da Anip. “O cenário é agravado pela diminuição da competitividade industrial brasileira, afetando o volume das exportações neste segmento que passou de 32,69% do total vendido pelos fabricantes no ano de 2006 para 15,85% neste início de 2015”.

Mayer espera que o pacote de concessões anunciado pela presidente volte a animar o mercado. “Mas temos grande preocupação com os fracos índices da indústria brasileira que tem divulgado resultados muito negativos, inclusive com expressivo número de trabalhadores afastados de suas funções”, destaca o presidente da Anip.

Produção

Apesar das vendas em queda a produção de pneus no país teve um leve crescimento, de 1,7%, nos primeiros cinco meses deste ano quando comparado ao mesmo período de 2014, passando de 29,91 para 30,41 milhões de unidades. Segundo a Anip, isso se deve à expansão dos pneus para veículos de passeio (+8,6%) e industriais (+14,0%), enquanto todos os outros segmentos apresentaram redução.

 

 

 

 

 

Veja também

Por