Foton começa vender caminhões produzidos no Brasil

Depois de suspender a construção da sua fábrica no Brasil, por causa da mais dura crise que atravessa o país, a Foton Caminhões começa a vender no mercado brasileiro duas famílias de caminhões, o Minitruck de 3,5 toneladas e o Citytruck de 10 toneladas. Os novos caminhões foram desenvolvidos pela engenharia brasileira em cooperação com a equipe chinesa da Foton e estão sendo produzidos na linha de montagem da Agrale, em Caxias do Sul (RS), que a fabricante chinesa alugou em agosto do ano passado enquanto aguarda a recuperação o mercado brasileiro para decidir sobre a construção da sua primeira fábrica no país.

“Este é um importante marco na história da Foton no Brasil”, declara Luiz Carlos Mendonça de Barros, CEO da Foton Caminhões que em 2010 trouxe a marca para o Brasil. “A partir de agora já temos produtos nacionais e que podem ser beneficiados pelo programa Finame”, declarou Barros.

Nesta parceria com a Agrale a Foton já produziu mais de 60 caminhões equipados com motor Cummins de 3.8 litros e câmbio ZF 6F 500. Os veículos saem de fábrica com características para facilitar as implementações dos modelos baú, guinchos e de transporte de bebidas. Além do estoque de peças que mantém no centro de distribuição em Várzea Paulista, no interior de São Paulo, a empresa também conta com 23 revendas instaladas no país.

Com exceção da cabine, que é importada da China, os demais componentes dos caminhões têm elevado conteúdo nacional, o que permite o financiamento por meio da linha de crédito do Finame. “O Citytruck de 10 toneladas é o único com cabine basculante e câmbio de série com seis marchas, o que traz como vantagem a rodagem melhor, com rotação mais baixa e a economia de combustível”, afirma Eustáquio Sirolli, gerente de engenharia de produto da Foton Caminhões.

O Minitruck de 3,5 toneladas para o transporte urbano de carga terá três versões, que receberam reforços de estrutura

Segundo a Foton, os novos caminhões que começam a ser vendidos no mercado brasileiro trazem características técnicas inovadoras. Com o Minitruck, a empresa cria um novo subsegmento de minicaminhões com configurações adequadas ao transporte urbano de cargas. O Citytruck é um veículo leve com a maior capacidade de carga útil e maior capacidade de carga no eixo dianteiro do país (3.600 kg), conforme a empresa. “Estas características devem facilitar as implementações dos caminhões de bebidas. Além disso, sua capacidade técnica, com 10.700 kg, torna o caminhão leve com maior capacidade deste segmento”, observa Sirolli.

Esses veículos trazem de série ar-condicionado, vidros elétricos, travas elétricas das portas, rádio com MP3/USB, defletor de teto e embreagem servoassistida.

Leia  mais  na revista na revista Transporte Moderno nº483  no Acervo Digital OTM

You may also like

By