A nova plataforma mundial de caminhões leves Volkswagen

Desenvolvida e produzida na América Latina, a nova família Delivery destinada ao transporte de carga no segmento de caminhões leves atende a padrões internacionais para os mercados mais exigentes. Composta por modelos de 3,5 a 13 toneladas, a partir do sucesso da primeira linha Delivery e da experiência dos clientes das mais de 100 mil unidades produzidas, os novos caminhões resultaram de um investimento de mais de R$ 1 bilhão. A marca Volkswagen chega agora ao disputado mercado de 3,5 toneladas, com um modelo chamado de Express. O modelo reúne os atributos de um caminhão grande num veículo pequeno, tais como espaço interno e robustez, com design moderno. O Delivery de 4 toneladas é outra grande aposta da empresa entre os modelos de entrada da nova família, já que contará com financiamento via Finame.

O novo Delivery de 6 toneladas, junto dos modelos de 9 e 11 toneladas, tem a missão de superar os atuais Delivery, sucessos de vendas no mercado nacional, informa a Volkswagen Caminhões. E o lançamento 13.180, com terceiro eixo, complementa a oferta de novidades, com a maior capacidade de carga do novo portfólio.

Os novos modelos são oferecidos em três versões: a City, de entrada; a Trend, para o dia a dia das mais diversas operações e a Prime, que traz aspectos visuais e de conforto diferenciados.

Segundo a montadora, a nova geração da linha Delivery foi projetada e desenvolvida para definir um novo patamar no atendimento às necessidades do cliente, combinado a outros valores Volkswagen: soluções sob medida, perfeita funcionalidade e qualidade visual. Assim foi criada uma linguagem lógica de design, com a ênfase dada pelo time de design na funcionalidade e na estética singular.

As linhas de design limpas e a grande atenção aos detalhes, tal como nos carros de passeio, são marcas da novidade neste segmento. O exterior é estruturado em uma base robusta, com para-choques, faróis, carroceria com fortes características de design e uma imagem orgulhosa da marca.

O espaço interno é outro marco, baseado nos padrões e dimensões mais atuais. Para isso, uma ampla matriz de exigências foi verificada em itens ergonômicos e de design para diminuir o desgaste do motorista e passageiros. Logo, todas as peças interiores e as dimensões da cabine foram aperfeiçoadas para as melhores soluções.

O chassi, o motor e a ergonomia do condutor apresentam-se da forma mais equilibrada possível, resultando em um veículo atualizado, pronto para o presente e o futuro, garante a fabricante. Aerodinâmica e desempenho marcam presença nesse desenvolvimento. Outros elementos funcionais, como defletores de ar, são naturalmente integrados às características visuais, desde a lateral da porta até a grade dianteira e os faróis.

Leia  mais  na revista na revista Transporte Moderno nº484  no Acervo Digital OTM

You may also like

By