Os testes da picape Classe X no Chile

Num percurso de mais de 400 quilômetros, passando por vias pavimentadas e trechos de terra com subidas e curvas acentuadas, o novo veículo da marca respondeu bem a todas as dificuldades

Sonia Moraes, de Santiago, Chile

A Mercedes-Benz escolheu a cidade de Santiago, no Chile, para dar sequência a mais uma fase de apresentação do seu novo produto, a picape Classe X, à imprensa especializada.

A versão conceito desta picape foi apresentada aos jornalistas do setor automotivo em 2016 em Estocolmo, na Suécia, e o lançamento mundial ocorreu neste ano na Cidade do Cabo, África do Sul. A escolha do Chile para realizar o test drive, segundo Roland Zey, CEO da Mercedes-Benz e diretor de marketing e vendas vans América Latina, é porque o local oferece condições para dirigir e avaliar o veículo. “É um país de encanto e contrastes, perfeito para a picape Classe X”, afirmou Zey.

No território chileno o test drive avançou o dia inteiro num percurso de mais de 400 quilômetros, passando por vias pavimentadas e trechos de terra com subidas e curvas acentuadas, e a picape Classe X respondeu bem a todas as dificuldades.

Além da força do motor, da suspensão robusta e da estabilidade, a picape Classe X tem como forte

Modelo X 350 de 258 cv terá tração total 4Matic
e transmissão automática de sete marchas.

atrativo o requinte dos materiais e o nível de conforto interno, que explora bem os conceitos ergonômicos, com banco que acomoda e se ajusta precisamente à estatura do motorista, facilitando o acesso aos comandos da direção. Na parte traseira a picape tem amplo espaço que permite três pessoas viajar confortavelmente. O volante multifuncional com comando macio e o espelho retrovisor de fácil ajuste garantem uma condução agradável e segura. “É um veículo especial e que se adapta às necessidades das pessoas”, disse Zey.

Para a picape Classe X a Mercedes-Benz oferece seis opções de revestimentos de assentos, incluindo duas cores com costuras contrastadas e duas cores para o revestimento interno do teto.

A Classe X Pure e a Progressive vêm de série com o tecido preto, com opção do couro sintético na mesma cor. A versão Power sai de fábrica com bancos em couro sintético preto com costura decorativa contrastante adicional.

 

Pacote estilo

Para garantir a maior personalização da picape, a Mercedes-Benz oferece o pacote estilo que inclui estribos laterais e uma janela traseira elétrica.

A equipe de designers e projetistas criou um amplo portfólio de acessórios que permite personalizar individualmente a picape, ajustando às necessidades individuais de cada cliente. Segundo a montadora, é possível optar por uma styling bar, side bar, cobertura flexível, rígida ou tipo persiana para a caçamba e ainda por uma capota rígida que transforma visualmente a picape em um veículo utilitário esportivo (SUV). A capota rígida segue perfeitamente as linhas da Classe X, formando assim com o corpo da carroceria uma silhueta distinta. Além disso, é possível obter, entre outros, um revestimento para o piso de carga, um sistema de divisão da caçamba, trilhos de amarração para o piso e uma proteção técnica inferior.

Durante o desenvolvimento da picape Classe X, a principal preocupação da Mercedes-Benz foi reduzir ou eliminar as vibrações e os ruídos, garantindo aos passageiros um conforto acústico ao nível da van Classe V.

Além do ajuste preciso da suspensão, a montadora procurou minimizar a transferência de ruído e vibração do motor e do trem de força para o interior do veículo. Para isso, foram determinantes os reforços estruturais do quadro e da estrutura bruta, o isolamento da parede corta-fogo entre o compartimento do motor e o interior do veículo com elementos de vedação adicionais, bem como um isolamento específico do túnel de transmissão.

Segundo a Mercedes-Benz, a Classe X com câmbio manual dispõe de um comando da caixa de mudanças por cabo que é silencioso e confortável. A alavanca de mudanças está mecanicamente desacoplada da caixa de mudanças, evitando assim a transferência de vibrações. Além disso, em todo o veículo estão instalados elementos isolantes e absorventes de ruído compostos por diferentes materiais de espuma e fibra. Para a minimização do ruído do vento contribuem especialmente um inteligente conceito de vedação das portas, bem como a melhor aerodinâmica e aeroacústica dos espelhos retrovisores externos.

O requinte dos materiais e o conforto interno
são atrativos da picape Classe X

Os planos da Mercedes-Benz são de começar a vender a Classe X no Brasil no primeiro trimestre de 2019. Inicialmente a picape será comercializada com dois tipos de motores diesel de 2.3 litros de quatro cilindros. O X 220 turbo de 163 cv de potência e o X 250 biturbo de 190 cv. Em meados de 2019 a montadora colocará à disposição dos seus clientes o propulsor V6 diesel de 258 cv de potência para a versão X 350.

A versão X 200 movida a gasolina com motor de 165 cv de potência estará disponível somente para os modelos com direção à esquerda e tração traseira devido aos requisitos exigidos nos mercados de Dubai e Marrocos.

As picapes estarão disponíveis com câmbio manual de seis marchas. Para os modelos X 220 de 163 cv e X 250 de 190 cv, a montadora oferece a tração total 4Matic acionável e a transmissão automática de sete marchas é opcional.

O modelo top de linha, a X 350 de 258 cv, terá de série a tração total 4Matic permanente e a transmissão automática de sete marchas 7G-Tronic Plus com borboletas no volante para troca de marchas e função ECO start/stop. Além disso, o sistema Dynamic Select está à disposição.

Segundo a montadora, o seletor de programas de condução, ainda raro no segmento de picapes, permite obter um prazer individual de condução, desde o confortável descontraído até o esportivo engajado. É possível selecionar cinco programas de condução: Comfort, Eco, Sport, Manual e Offroad. Eles variam a curva característica do motor, os pontos de mudança de marcha da transmissão automática e a função Eco start/stop.

“A Classe X é a primeira picape média no mundo a ser conectada com smartphone”, ressaltou Zey. Por meio da tecnologia “me connect” é possível localizar o veículo estacionado e em movimento e realizar a navegação completa porta a porta. A montadora pretende disponibilizar a partir do segundo trimestre de 2018 os serviços de ajustes dos veículos e de gestão de panes e acidentes.

Com 5.340 milímetros de comprimento, 1.920 milímetros de largura (sem espelhos externos) e 1.819 milímetros de altura, a Classe X consegue transportar uma carga útil de até 1,1 toneladas. Com uma força de tração de até 3,5 toneladas, ela pode puxar um reboque com três cavalos ou um iate de oito metros.

O seletor de programas de condução permite obter um prazer individual de condução, desde o confortável descontraído até o esportivo engajado

Produção

A picape Classe X, que será comercializada no mercado latino-americano, sairá da linha de montagem da fábrica da Renault, em Córdoba, Argentina, a partir de 2019. Com a picape, a Daimler AG e a Aliança Renault-Nissan estão ampliando a cooperação estratégica existente há sete anos.

A parceria permitirá à Mercedes-Benz alcançar uma estreia rápida e com eficiência de custos no segmento de picapes de médio porte, que vem apresentando um forte crescimento. Além disso, ambas as empresas se beneficiam de uma utilização ideal da capacidade de produção. “A Nissan é a segunda colocada no mercado mundial de picape média e tem 80 anos de experiência neste segmento”, disse Zey.

O diretor de marketing da Mercedes-Benz preferiu não fazer projeções para o mercado de picapes. “Não estamos falando em números, mas a Classe X tem elementos suficientes para ser a número um neste segmento”, frisou Zey.

 

Veja também

Por