Estreias em Hannover sinalizam as tendências no transporte

As empresas Daimler, Volkswagen, Scania, Volvo e ZF são alguns dos fabricantes que mostram suas soluções criativas com as mais inovadoras tecnologias destinadas ao transporte sustentável de carga e passageiros

À parte a conectividade e a digitalização, os trens de força alternativos e a condução autônoma são os tópicos mais importantes do Salão de Veículos Comerciais (IAA) deste ano, realizado em Hannover, na Alemanha.

Caminhões e ônibus elétricos e movidos a gás ou biodíesel e vans elétricos são os veículos que mais se destacaram nos estandes dos principais fabricantes internacionais, principalmente da Europa onde a pressão para preservação ambiental mais aflora nos grandes centros urbanos. Algumas cidades europeias até definiram data para restrição dos veículos movidos a gasolina e diesel. As grandes empresas já vêm há alguns anos apresentando veículos sintonizados com o novo anseio por legar um ambiente limpo às gerações futuras. Como reflexo dessa disposição, o IAA 2018 adotou o slogan “Conduzindo o Amanhã”. Entre os grandes fabricantes de veículos comerciais e componentes que incorporam o espírito de transporte sustentável estão a Daimler, Volkswagen Caminhões e Ônibus, Volvo, Scania e ZF, que levaram à exposição produtos e tecnologias inovadoras compatíveis com a nova tendência.

Sejam os veículos ou serviços da Daimler Trucks, Daimler Buses ou Mercedes-Benz Vans, o grupo é pioneiro quando se trata de sistemas de propulsão ecologicamente corretos e que poupam recursos, tecnologias de segurança, condução autônoma, megatendência à digitalização e interconexão em redes, além de serviços digitais.

Isso está demonstrado na Daimler Trucks, por exemplo, com a estreia mundial do novo Mercedes-Benz Actros, juntamente com o eActros totalmente elétrico, o Actros NGT com propulsão a gás e o Fuso eCanter. A nova Sprinter e a eSprinter totalmente elétrica atualmente representam o que há de mais avançado em veículos comerciais leves. Já o conceito Vision Urbanetic proporciona a visão de um tipo de van totalmente inédito.

O REVOLUCIONÁRIO

ACTROS

O novo Mercedes-Benz Actros é a estrela entre todos os caminhões presentes no estande da Daimler. Em lugar dos espelhos externos convencionais, a “MirrorCam”, câmera espelho interna com numerosas funções, auxilia o motorista, além de aprimorar a aerodinâmica do veículo. O modo como os diferentes sistemas interagem dentro da “Active Drive Assist” cria as bases para a condução autônoma.

O sistema de piloto automático preditivo do Actros, o “Predictive Powertrain Control”, agora reconhece cruzamentos e rotatórias. Isso permite que ele otimize o estilo de condução do motorista, mesmo em rotas sinuosas de longo percurso. Em conjunto com a “MirrorCam”, o novo modo “Economy+” do câmbio automatizado Powershift3 e uma nova relação do eixo traseiro, o consumo do novo Actros em estradas pode ser reduzido entre 3% e 5% em rotas de longo percurso.

Os novos recursos com relação ao sistema de condução são igualmente importantes.

Tendo feito sua estreia dois anos atrás, também no IAA de Hannover, o eActros totalmente elétrico está agora – depois de extenso desenvolvimento – em operação real como parte de test-drives em clientes.

E o novo Actros NGT a gás marca o início de mais um novo capítulo dos veículos com baixas emissões na Mercedes-Benz Trucks.

Essa é uma área em que a Fuso já tradicionalmente se destaca. O eCanter totalmente elétrico, por exemplo, é o primeiro caminhão dessa natureza a ser produzido em série.

Além disso, o caminhão pesado totalmente elétrico E-Fuso Vision One proporciona uma visão do futuro.

NOVA MERCEDES-BENZ

SPRINTER

Quando se trata de veículos comerciais leves, o foco da Mercedes-Benz na IAA está voltado à nova Sprinter. Com a van de passageiros, o furgão e o chassi, com tração nas rodas dianteiras, nas traseiras ou em todas as rodas, motor diesel de baixas emissões, totalmente elétricos ou como na Sprinter F-Cell Conceito, com propulsão por célula de combustível, a linha Sprinter responde a todas as perguntas de hoje e do amanhã, segundo a empresa. Desde o design atraente, novos sistemas de segurança e assistência e interconexão em rede como item de série, até um cockpit totalmente novo, a Sprinter continua ampliando seu papel de líder da categoria.

Enquanto isso, o estudo de design “Vision Urbanetic” sinaliza como serão as vans no futuro, tendo como base um chassi de condução autônoma totalmente elétrico, com design surpreendentemente inovador.

Com carrocerias intercambiáveis para o transporte de bens ou de passageiros, essa van compreende ampla gama de aplicações no contexto urbano, dependendo do dia da semana, hora da operação e dos requisitos individuais. O resultado é uma frota de condução autônoma eficientemente adaptada às atuais necessidades de mobilidade. A meta ambiciosa é transportar mais pessoas e bens com menos veículos.

A unidade de Vans está levando à frente a eletrificação de suas séries de modelos comerciais, com base no conceito “[email protected] VANs”, que foca soluções futuras orientadas aos clientes para o setor de transporte e logística.

As entregas do novo eVito a clientes terão início no outono de 2018 na Europa. A eSprinter chegará em 2019.

VOLKSWAGEN

CAMINHÕES E ÔNIBUS

O IAA é palco de grandes mudanças: a Volkswagen Caminhões e Ônibus marca sua nova era no desenvolvimento de tecnologias limpas e conectividade para apoiar a evolução da indústria de transportes. Nesta nova fase, a montadora revoluciona com conceitos exclusivos de veículos elétricos em sinergia com as demais marcas do Grupo Traton, ao qual pertence.

Em outra frente, a empresa avança também em conectividade: a ferramenta RIO vai desembarcar na América Latina em 2019 para oferecer soluções digitais aos clientes da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Um dos novos expoentes desse movimento da empresa é o e-Delivery, que já ganha mercado e apresenta um novo conceito modular para construir o veículo, permitindo a configuração de diferentes capacidades de carga e autonomia. Pela primeira vez também, o veículo traz componentes de tração elétrica desenvolvidos pelo Grupo Traton para seu trem de força.

Na mesma linha de diversificação para atender às necessidades dos clientes, o Volksbus e-Flex revela um sistema inovador de arquitetura flexível para eletrificação.

O segredo dessa solução exclusiva está em aliar tecnologias que combinam diversas possibilidades de recarga e abastecimento, com conceito que vai além da hibridização.

Outra atração que consagra a sinergia entre as marcas do grupo é o Constellation 33.440, que combina a robustez do chassi e motor MAN à consagrada cabine da família VW Constellation.

Apresentados ainda como protótipos, o caminhão e-Delivery e o ônibus Volksbus e-Flex são os grandes destaques. Ambos já têm suas fases de testes definidas e também a previsão do início da produção em série.

O modelo elétrico da Volkswagen para transporte de passageiros pode rodar como veículo elétrico a bateria (BEV, na sigla em inglês); híbrido elétrico (HEV); híbrido elétrico plug-in (PHEV); e veículo elétrico com autonomia estendida (REEV). A performance se mantém independentemente da forma de alimentação das baterias.

Com a nova configuração de baterias NMC, a autonomia máxima da nova família e-Delivery ultrapassa os 200 km, variando de acordo com a configuração do veículo para atender à aplicação do cliente. Assim como no Volksbus e-Flex, a recarga das baterias pode se dar em modo de oportunidade rápida de 30% em 15 minutos ou no de 100% em três horas, dependendo da configuração desejada.

Sempre em linha com os últimos desenvolvimentosa Volkswagen Caminhões e

Ônibus estreia com o RIO na América Latina para oferecer aos clientes este avançado conjunto de soluções digitais em “nuvem” que vai muito além das atuais ferramentas de conectividade disponíveis no mercado.

SCANIA

A Scania expôe no IAA a linha completa da Nova Geração de caminhões, incluindo os modelos de longa distância, construção e aplicações urbanas – todos com a possibilidade de utilizar combustíveis alternativos.

A Nova Geração de caminhões foi recentemente anunciada no Brasil.

No evento a Scania também apresenta veículos e ônibus com toda a linha de combustíveis alternativos, se posicionando efetivamente para a descarbonização. A fabricante avança mais um passo na oferta de alternativas ao diesel com o lançamento do caminhão híbrido plug-in para atuar na distribuição urbana. Diferentemente do híbrido convencional, ele oferece uma tomada para carregar e recarregar a bateria.

O portfólio da Scania inclui os caminhões híbrido elétrico plug-in (PHEV), baseados na

Nova Geração de caminhões, e seu “irmão”, o caminhão elétrico híbrido (HEV), ambos com o novo sistema Scania Zone, já em conformidade com as regulamentações de velocidade e emissões de ruídos de determinadas zonas sensíveis na Europa.

O Scania Zone é um pacote opcional de serviços do Fleet Management da marca.

Ele permite que o cliente associe uma regra (como ‘velocidade máxima de 15 km/h’) a uma zona geográfica predefinida, de modo que, quando o veículo entra nesse perímetro, cumpra automaticamente as normas estabelecidas.

As regras podem ser tanto informativas, alertando o motorista, ou voluntárias, que altera o comportamento do veículo.

Os novos caminhões híbridos são equipados com os motores Scania DC09, de 5 cilindros em linha, que poderão utilizar o HVO (óleo vegetal tratado com hidrocarbonetos) ou diesel, trabalhando em paralelo com a máquina elétrica gerando 130 kW (177 cv) de potência e 1,050 Nm. A janela de energia da bateria recarregável de lítio está definida para 7,4 kWh, garantindo uma longa duração. Os caminhões poderão ser dirigidos no modo totalmente elétrico, sem qualquer suporte do motor a combustão, graças aos auxiliares elétricos para direção e suprimento de ar de freio.

O crescimento de veículos elétricos a bateria oferece um custo-benefício mais econômico em termos de redução total do transporte pesado. Até 2031, o custo total de operação dos veículos elétricos a bateria chegará à paridade com o diesel para todos os segmentos de veículos, incluindo o transporte de longa distância.

VOLVO TRUCKS

A Volvo Trucks apresenta no IAA sua visão de transporte do futuro para as soluções de transporte, que incluem a eletromoblidade, automação e conectividade, com menor impacto ao meio ambiente.

A montadora exibe uma ampla série da produtos e serviços que criarão novas oportunidades para o transporte no futuro.

O caminhão que abriu caminhos adicionais para o sucesso da Volvo Trucks completou 25 anos, alcançando 1 milhão de unidades produzidas. Para celebrar o lançamento de 1993, a Volvo Trucks lança a edição especial do Volvo FH 25 Anos, com destaques externos e internos, visando ao conforto do motorista e reforçando as características de vanguarda do modelo. O milionésimo Volvo FH foi entregue oficialmente a um cliente no IAA.

Em 2019, a Volvo Trucks começará a comercializar na Europa caminhões 100% elétricos para uso urbano e em operações de coleta de lixo. O Volvo FL e o FE Electric, introduzidos no decorrer deste ano, criam novas oportunidades para um trânsito urbano mais limpo e silencioso. Como estes veículos não têm emissões de escapamento, são muito adequados para uso em terminais, dentro de instalações ou transporte em áreas urbanas com limitações de níveis de emissões. O Volvo FL e o Volvo FE Electric estão disponíveis em PBT de 16 a 27 toneladas, com autonomia de até 300 km. A tecnologia está baseada nas soluções usadas nos ônibus eletrificados Volvo, dos quais já foram comercializadas mais de 4.000 unidades.

Caminhões pesados Volvo em conformidade com Euro 6 para operações regionais e de longa distância que operam com gás natural liquefeito (GNL) ou biogás foram introduzidos em 2017. Esses veículos oferecem o mesmo desempenho, consumo de combustível e autonomia que os veículos a diesel Volvo, mas com emissões de CO2 de 20% a 100% mais baixas. Isto faz deles uma boa opção para clientes e operadores de serviços de transporte com alta demanda ambiental.

Os novos modelos Volvo FH LNG e Volvo FM LNG estão disponíveis em opções de 420 cv ou 460 cv para operações de transporte pesado regional e de longa distância. O aumento de consumo, o crescimento rápido do e-commerce e o desenvolvimento da sociedade trazem mais exigências por soluções de transporte eficientes. Como resposta a estes desafios, a Volvo Trucks criou soluções de transportes de vanguarda com veículos autônomos e elétricos que, a longo prazo, podem ser uma complementação importante aos caminhões de hoje.

A Volvo Trucks está agora desenvolvendo um novo tipo de solução para operações de transporte repetitivas, que requerem alta precisão de entregas entre centros de distribuição fixos, em complemento às soluções atuais com caminhões convencionais.

Denominada VERA, a solução consiste em veículos autônomos e elétricos, conectados remotamente a uma central de controle de transportes. Os veículos são usados como unidades de tração e são compatíveis com as carretas/reboques de carga atuais. A propulsão é totalmente elétrica, sem emissões de escape e com baixos níveis de ruído. O trem de força e as baterias são similares às dos caminhões elétricos da Volvo Trucks na Europa. É uma solução para o futuro e ideal para operações repetitivas caracterizadas por distâncias curtas, grandes volumes de mercadorias e alta precisão na entrega.

ZF

O setor logístico está ultrapassando a indústria de carros de passeio quando se trata da automatização das funções de condução.

A ZF reforça essa tendência com conceitos inovadores e grandes investimentos. Por exemplo, veículos comerciais que são conectados de forma inteligente graças à tecnologia de produção da ZF e equipados com funções de condução autônoma, capazes de desempenhar todas as tarefas logísticas ou auxiliar os condutores de entrega de encomendas de forma independente. Com isso, caminhões autônomos tornarão mais eficientes os serviços de entregas urbanas e no futuro, ajudarão a lidar com o aumento dos volumes, ao mesmo tempo em que reduzirão o tráfego nos centros das cidades.

A mobilidade elétrica e a direção autônoma são estrategicamente importantes para a ZF.

A empresa integrou suas tecnologias e – por meio de automação, conectividade e eletrificação – desenvolveu soluções atrativas para toda a cadeia logística. A condução autônoma irá prevalecer mais rapidamente no segmento de veículos comerciais em virtude da necessidade de redução dos custos operacionais do veículo, além de ajudar a melhorar a segurança e eficiência.

Os três mais recentes lançamentos mundiais da ZF – Innovation Truck, Terminal Yard Tractor e Innovation Van – mostram como a empresa está respondendo aos principais desafios da logística inteligente.

Os dois primeiros veículos podem manobrar reboques e contêineres de forma totalmente autônoma, melhorando eficiência, velocidade e respeito ambiental nos terminais de cargas. Além disso, eles contribuem na redução de acidentes e danos materiais.

Por fim, esses veículos também podem ser a solução para a crescente escassez de trabalhadores qualificados no setor logístico.

A ZF Innovation Van demonstra como a conexão inteligente, a direção autônoma e uma condução totalmente elétrica oferecem suporte aos serviços de entrega de encomendas para atender às futuras exigências de entregas urbanas. O veículo de distribuição, além de totalmente elétrico, vem equipado com funções de direção autônomas nível 4 e pode ser projetado para manobrar pelos centros das cidades de forma independente.

Por