Alstom fornece ônibus elétricos para Estrasburgo

O primeiro contrato com a empresa de transporte da França inclui 12 veículos de 12 metros de comprimento e três portas

A Alstom recebeu o primeiro pedido para o Aptis, seu ônibus 100% elétrico. O contrato fechado com a Communautédes Transports Strasbourgeois (CTS), empresa de transportes de Estrasburgo, na França, envolveu a venda de 12 veículos com 12 metros de comprimento e três portas. Serão os primeiros modelos elétricos a reforçar a frota da operadora francesa.
O Aptis tem design inovador baseado no de um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).
Seu sistema de auxílio à parada para alinhamento com a calçada, o piso baixo e plano e as três portas largas permitem fácil circulação e embarque para pessoas com mobilidade reduzida e para carrinhos de bebê. Este ônibus tem 25% mais superfície de janela do que um modelo padrão e uma área de assentos traseira com vista panorâmica.

Os veículos solicitados por Estrasburgo são projetados para o modo de carregamento noturno no pátio. Mas o Aptis também está disponível para carregamento no fi nal de cada linha usando soluções de carregamento terrestre (SRS) ou carregamento por meio do topo (pantógrafo inverso).
“Estamos muito orgulhosos por termos recebido este primeiro pedido do Aptis, nossa solução de mobilidade 100% elétrica, e satisfeitos com a confiança demonstrada pela CTS”, afi rma Jean-Baptiste Eyméoud, presidente da Alstom na França.
Segundo o executivo, o Aptis é projetado pelas equipes da Alstom na fábrica de Hangenbieten, na Alsácia, França. O modelo foi criado para garantir um custo total otimizado. Isso é possível com a manutenção e os custos operacionais reduzidos além de uma vida útil mais longa do que a de um ônibus padrão e de maior capacidade de passageiros. Para as autoridades locais, o objetivo é ter um custo total equivalente ao dos ônibus a diesel padrão atual.
Desde setembro de 2018, o Aptis também é referenciado pelo CATP, o escritório central de compras da França para o transporte público, em sua oferta de ônibus elétrico destinada a compras públicas pelas autoridades locais.

APRESENTAÇÃO – O protótipo da Alstom foi apresentado em março de 2017 em Duppigheim, na Alsácia, como uma solução de mobilidade inovadora. No teste de avaliação, quatro veículos em condições reais de operação percorreram mais de 40 mil quilômetros na França (Paris, Lyon, Estrasburgo, Marselha, La Rochelle, Nantes, Le Mans, Orléans, Versailles, Lourdes, Toulon, Tarbes, Grenoble e Montpellier) e em outros países da Europa (Bélgica, Alemanha, Holanda e Espanha).
Segundo a Alstom, esses ensaios permitiram avaliar as características do Aptis, seu desempenho de inserção (uso otimizado da área de superfície em viradas), sua capacidade de autonomia e seu sistema de direção assistida.
Com quatro rodas dirigíveis, ante duas nos outros ônibus, o Aptis ocupa uma área superficial 25% menor nas curvas, gerando uma integração perfeita com a cidade.
Nos pontos de parada de ônibus, isso minimiza o espaço necessário para estacionar, ao mesmo tempo que oferece ganhos em termos de espaço disponível para outros veículos.

Por