Embraer vende seis aviões cargueiros para Portugal

A Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica) recebeu do presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, o pedido de compra de seis aviões cargueiros KC-390. “Estamos muito honrados com a autorização do governo português para iniciar as negociações de compra do KC-390 e estamos certos do valor que o KC-390 agregará a Portugal por ser uma aeronave multimissão, veloz, flexível e confiável”, destaca a empresa.

Segundo a Embraer, o KC-390 é capaz de transportar até 26 toneladas de carga a uma velocidade de 470 nós (870 km/h), com capacidade de operar em pistas austeras, inclusive não pavimentadas, ou danificadas. Sua fuselagem é capaz de acomodar cargas de grandes dimensões, com acesso por meio da rampa de carga. O moderno sistema de manuseio de cargas (Cargo Handling System) da aeronave permite reconfigurá-la rapidamente, utilizando roletes escamoteáveis para a movimentação da carga em paletes ou um piso plano para transporte de tropas ou veículos. Diferentes tipos de cargas podem ser transportados, como paletes padrão NATO, veículos, helicópteros, tropas (até 80 soldados equipados), paraquedistas (até 66 paraquedistas equipados, que podem saltar tanto de portas laterais como da rampa de carga), macas para evacuação aeromédica (até 74 macas padrão NATO) ou configurações mistas. A aeronave ainda pode ser empregada como reabastecedora aérea, com a opção de utilização de tanques internos removíveis, e possui grande flexibilidade, podendo reabastecer tanto helicópteros a baixas altitudes e velocidades quanto caças de alto desempenho em elevadas altitudes e velocidades. A pilotagem da aeronave é facilitada por um moderno sistema aviônico integrado e por um sistema de controle de voo do tipo fly-by-wire.

A Embraer afirma que o KC-390 é uma aeronave multimissão desenvolvida pela empresa cujas características estabelecem um novo padrão de tecnologia, capacidade e eficiência no mercado. “É capaz de realizar missões de interesse público, no plano civil e militar, nomeadamente transporte de passageiros, busca e salvamento, apoio humanitário, transporte e lançamento de cargas e tropas, combate a incêndios, reabastecimento em voo e evacuação médica. Será capaz de operar em cenários não convencionais, incluindo pistas semipreparadas e ambientes hostis. As características diferenciadas do KC-390 permitem a projeção de meios a grandes distâncias e uma resposta rápida nas mais exigentes missões”, informa a empresa.

A Embraer destaca ainda que o KC-390 trará benefícios operacionais e um menor custo de ciclo de vida para os seus operadores. “Trata-se de um projeto iniciado pela Força Aérea Brasileira (FAB) que, em 2009, contratou a Embraer para realizar o desenvolvimento da aeronave. No dia 3 de fevereiro de 2015, a Embraer realizou o primeiro voo do KC-390. Atualmente, a aeronave encontra-se na campanha de ensaios em voo de desenvolvimento e certificação”, acrescenta a fabricante.

A certificação do KC-390, segundo a Embraer, está prevista para o segundo semestre de 2017 com as primeiras entregas no primeiro semestre de 2018.

A empresa informa ainda que em maio de 2014 foi assinado com a Força Aérea Brasileira o contrato para a produção em série do KC-390, que prevê a aquisição de 28 aeronaves, marcando o início de uma nova fase do projeto. Além da encomenda da Força Aérea Brasileira, existem intenções de compra de outros países, totalizando 32 aeronaves. Junto com Brasil, Argentina e República Checa, Portugal é um dos quatro parceiros industriais do projeto KC-390, apoiando-o no seu objetivo de se afirmar como programa global e orientado para as necessidades do mercado global.

You may also like

By