Porto de Santos: Rumo fecha acordo bilionário para construir um novo terminal

O terminal no Porto de Santos ficará na margem esquerda do canal, fora da área portuária pública, e terá capacidade para movimentar até 12,5 milhões de toneladas por ano

A Rumo e a Embraport, que pertence à DP World (Dubai Ports World), assinaram contrato de R$ 2,5 bilhões para a construção de um novo terminal de grãos e fertilizantes no Porto de Santos.

Segundo comunicado da Rumo, o terminal ficará na margem esquerda do canal, fora da área portuária pública, e terá capacidade para movimentar até 12,5 milhões de toneladas por ano. Desse total, serão 9 milhões de toneladas de grãos e 3,5 milhões de toneladas de fertilizantes.

A Rumo estima um período de 30 meses para a construção do terminal, contudo o início está condicionado ao cumprimento de condições precedentes usuais para esse tipo de operação, o que inclui licenciamento e aprovações legais e regulatórias.

Ainda de acordo com o comunicado, a oferta de capacidade adicional desse novo Terminal reforça o protagonismo do Porto de Santos como o principal corredor logístico para a movimentação de commodities agrícolas. Esse investimento, combinado com o aumento de capacidade no sistema ferroviário e a Expansão da Rumo no Mato Grosso, oferecerá ao mercado uma solução logística segura, competitiva e de baixo carbono para sustentar o crescimento do agronegócio brasileiro.

Pedro Palma, vice-presidente comercial da Rumo: “O principal destaque de 2023 foi a conclusão de 100% das obras da Ferrovia Norte-Sul, nomeada como Malha Central nas nossas operações”

Hidrovias do Brasil e Rumo iniciam parceria para transporte de fertilizantes em Santos

Veja também

Por